24/05/12 | 16:32
Último dia de inscrição do Projovem para Professores, Manipuladores de Alimento e Acolhedor de Criança

Cerca de quatro mil candidatos estão concorrendo a 110 vagas para os cargos de Professor, Manipulador de Alimentos e Acolhedor de Crianças do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem). O último dia de inscrição aconteceu nesta quinta-feira, 24, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), no Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul da cidade.

O Projovem é uma ação do Governo Federal em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Foram disponibilizadas 70 vagas para Professor, com salário de R$ 1.350,00; 20 vagas para Acolhedor de criança sendo um valor de R$ 800 e Manipulador de alimentos, com base de R$ 700, por um período de 18 meses no programa.

“Nesses três últimos dias de inscrição a nossa expectativa superou, sendo que nos primeiros dias a procura foi bem lenta, e hoje (quinta) ultrapassou o esperado em quatro mil inscritos, muitas pessoas procuraram no último dia. Os profissionais selecionados trabalharão em sala de aula nas escolas municipais com o início previsto para o dia 18 de junho”, completou o coordenador do Projovem na Semed, Mauro Brito.

Segundo Mauro, a relação dos aprovados na seleção dos profissionais deve ocorrer no dia 4 de junho. Dez escolas municipais de todas as zonas geográficas da cidade atenderão os 1.950 alunos que estão ainda em processo de inscrição que deve finalizar na primeira quinzena de junho.

Yolanda Maria Amorim de Aguiar, 30, educadora na Universidade Teológica São Paulo (FATESP) na cidade de Manacapuru, no interior do Amazonas, é uma das candidatas ao cargo de Professora do Projovem. Segundo Yolanda, a oportunidade é boa para ela de executar um trabalho diferente e contribuir com a educação de pessoas que desejam concluir o ensino fundamental.

“Quero conseguir essa vaga, porque já tenho experiência com jovens e adultos, onde trabalhei no projeto Escrever no Futuro durante três anos. Gostaria muito de poder contribuir com a educação dentro do Projovem”, disse Yolanda com a esperança de ser aprovada.

Aluna do 7º período do curso de Pedagogia Intercultural Indígena da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) e Professora do 1º ao 5º ano, Cristiane Duarte da Silva, 39, é uma das candidatas a vaga de Acolhedora de crianças do Projovem.

“Quero entrar no mercado de trabalho dentro do Projovem, que é um projeto do Governo Federal que busca aprimorar o trabalho da educação em todo o país. A prefeitura de Manaus nos dá essa chance de concorrer a esse cargo. Minha expectativa é de trabalhar com crianças e colocar em prática o que aprendi na faculdade e espero ser aprovada”, comentou.