15/11/13 | 11:06
Semed terá duas unidades educacionais na final do Prêmio Nacional de Educação Fiscal

Com os ProjetosA Importância da Educação Fiscal na Educação Infantil” e “Acelerando na Conquista da Cidadania”, o Centro Municipal de Educação Infantil Adelaide Bessa Wanderley e a Escola Thomás Meirelles da Secretaria Municipal de Educação (Semed) estão participando da final da 2ª Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal.  O evento acontecerá no dia 19 de novembro no Foyer da Câmara Legislativa do Distrito Federal – Brasília.

O Prêmio Nacional de Educação Fiscal é uma ação da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais – FEBRAFITE, em parceria com a Escola de Administração Fazendária – ESAF, com o Programa Nacional de Educação Fiscal – PNEF e com o patrocínio do Banco de Brasília – BRB, da Petrobras, além de outros patrocinadores.

Ao todo, foram inscritos 190 projetos de 19 estados e do Distrito Federal.  O Estado do Amazonas inscreveu 44, sendo que deste total, 30 são da Semed. As escolas finalistas concorrerão aos prêmios de R$ 5.000,00 R$ 10.000,00 e R$ 15.000,00. Além disso, o coordenador de cada projeto vencedor receberá, a título de reconhecimento e incentivo, o prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.000,00.

Márcia Marinho, coordenadora do projeto que levará a escola Thomás Meireles à final, relata como o projeto começou e enfatiza que a unidade tem grandes possibilidades de conquistar o titulo de campeão desta edição.

“Começamos este projeto a partir de uma formação que a gestora da escola e eu participamos ano passado, na Semed. Tínhamos o objetivo, unicamente, de buscar informações sobre Educação Fiscal. Não imaginávamos que iríamos conseguir chegar aonde chegamos, apesar de estarmos trabalhando muito para isso. Enfim, estamos felizes pelo fato de termos sido reconhecidos com nosso trabalho e, também, por sabermos que temos grandes possibilidades de alcançar o 1º lugar neste evento em nível nacional”, enfatizou a idealizadora do projeto “Acelerando na Conquista da Cidadania”.

 A escola direciona o projeto desde julho de 2012 aos alunos do Programa  Aceleração da Aprendizagem – PAA com idade entre 10 e 14 anos, e tem o objetivo de sensibilizá-los de seus direitos e deveres de cidadão, reconhecendo que o pagamento de tributos é importante para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

 Os itens avaliados pela Comissão Julgadora do Prêmio Nacional foram: Sustentabilidade, publicações, relatórios de acompanhamento do projeto e benefícios do projeto.

 A outra finalista do evento Nacional foi o CMEI Profª. Adelaide Bessa Wanderley, localizado no bairro João Paulo II, zona leste da cidade. O projeto tem como objetivo conscientizar as crianças sobre seus direitos e deveres enquanto cidadão, além de dar-lhes informações acerca da Educação Fiscal. Cerca de 600 alunos do 1º e 2º período fazem parte da ação.

 Sandra Correia Lima, responsável pelo Projeto na unidade, expressa seu sentimento pelo resultado. “Com essa conquista sinto que estamos conseguindo atingir o objetivo que nos propusemos a fazer desde o inicio do projeto e fico feliz por isso. E mais ainda, pelo fato de termos a certeza que estamos transformando crianças em cidadãos conscientes acerca de pagamentos de tributos, patrimônio público e outros. Este feito, na verdade, é o nosso maior orgulho”, disse Sandra.

 A educadora ressalta, ainda, o desejo de trazer o troféu ao CMEI. “Mesmo sabendo que estamos concorrendo com escolas de todo Brasil, estamos confiantes que vamos ser a unidade de ensino vencedora”, enfatizou Maria.

 FEBRAFITE

É uma sociedade civil, sem fins lucrativos, com sede em Brasília (DF), que congrega Associações de Fiscais de Tributos Estaduais de todo o território nacional. Um dos objetivos fundamentais da FEBRAFITE é a promoção e desenvolvimento da educação e cultura, no âmbito fiscal e tributário, de modo a fomentar e estimular a conscientização da importância social do tributo.