19/09/19 | 15:57
Semed realiza seminário da plataforma ‘Faz Sentido e Educação Integral’

A Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus), por meio da Divisão de Ensino Fundamental (DEF), realizou nesta quinta-feira, 19/09, o seminário ‘Faz Sentido e Educação Integral’, com relato de experiência de gestores, professores, pais e responsáveis de alunos das escolas municipais que fazem parte da Plataforma ‘Faz Sentido’. O evento ocorreu no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), zona Centro-Sul de Manaus.

Desenvolvido pela Semed, o ‘Faz Sentido’ tem como objetivo apoiar as escolas e professores da Rede Municipal de Manaus na construção de um ensino conectado com as necessidades e os interesses dos estudantes do século 21.

Daniela de Souza, consultora no Tellus e líder no ‘Faz Sentido’ em São Paulo, participou do seminário e falou sobre a plataforma. “O ‘Faz Sentido’ propõe uma metodologia basicamente para ouvir os estudantes e a comunidade escolar. Além de identificar quais são os desafios prioritários a serem resolvidos e colocar professores, coordenador, secretaria e aluno para pensar junto em soluções para esses desafios e colocar essas ideias em prática, fazer isso acontecer”, explicou.

De acordo com Alina Leão, uma das coordenadoras do Faz Sentido, o projeto consiste em uma metodologia para inovação da prática pedagógica e da gestão escolar.

“O ‘Faz Sentido’ integra o papel, na reformulação da escola para uma educação integral e propicia metodologias com o protagonismo juvenil. Um exemplo claro, são os grêmios estudantis, que existem há muitos anos, mas que surgem com uma nova força do estudante organizado, que se estabelece como o sujeito capaz de mobilizar-se no sentido da sua própria aprendizagem”, comentou.

Durante o encontro, gestores, professores e alunos de escolas municipais falaram sobre os resultados positivos alcançados por meio da implantação da plataforma ‘Faz Sentido’.

Cristiane Marques, diretora da escola Municipal Antonia Pereira da Silva, falou sobre os nove projetos executados na unidade de ensino por meio do ‘Faz Sentido’.

“Os projetos desenvolvidos pela escola contam com a participação dos alunos e da comunidade, são ações que foram pensadas depois que conversamos com os professores, estudantes, pais e responsáveis e detectamos problemáticas e nós começamos buscar parcerias para transformar a educação na unidade.  Isso fez toda diferença, hoje os alunos cuidam da escola, a evasão diminuiu bastante e o desempenho dos estudantes melhorou 100%”, comentou.

Para a aluna do 5º ano, Rebeca Mariane, 9, vice-presidente do grêmio estudantil da escola Municipal Vila da Felicidade, a implantação do ‘Faz Sentido’ melhorou muita coisa na unidade.

“Por meio do Faz Sentido nós conseguimos levar para a escola um projeto de informática, que era algo que não tinha antes. O mais legal dessa plataforma é entender que não só os professores e a parte pedagógica participam, mas os alunos também porque eles podem fazer parte das decisões da escola, são ouvidos”, pontuou.

Texto: Lorenna Serrão
Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054