04/10/17 | 15:10
Semed realiza primeiro Seminário Municipal de Arte na Educação

Cerca de 70 professores da disciplina de artes, das unidades de ensino de da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram, nesta quarta-feira, 04/10, do 1º Seminário Municipal de Arte na Educação, com o tema “Refletindo sobre a importância do Arte-Educador na formação integral do estudante”. O encontro foi realizado no Centro de Municipal de Artes-Educação (Cemae) Aníbal Beça, localizado no bairro São José III, zona Leste.

Além dos educadores da rede municipal, o seminário contou com a participação de alunos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

O seminário é promovido pela Secretaria em parceria com a Ufam e UEA, além da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Livrarias Leitura e Paulinas. Na programação aconteceram palestras do coordenador pela Faculdade de Arte da Ufam, ministradas pelo professor Valter Mesquita, que tratou do tema “A relação entre o professor artista e o artista professo” e pelo professor da Escola Normal Superior da UEA, Valdemir Oliveira, que trouxe a temática “A função da arte na escola de educação básica”.

Além das palestras, também aconteceram exposição de trabalhos artísticos, relatos de experiências, exposição de banners, apresentações culturais e oficinas. A assessora pedagógica da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, Neice de Sena Pereira, falou sobre a satisfação pela realização do evento.

“Para a secretaria, tratar da temática de Arte e Educação foi um ganho imensurável, porque precisamos mostrar a presença da arte na formação integral dos nossos alunos. A arte não é só entretenimento e lazer, mas faz parte da formação do cidadão”, disse.

Para pedagoga Fernanda Dantas, Cemae Aníbal Beça da Semed, foi um marco, já que a rede realiza vários cursos dentro da disciplina, beneficiando cerca de 550 pessoas, entre alunos da rede municipal de ensino e comunitários de bairros adjacentes.

“Foi de extrema relevância para nós, uma vez que o Aníbal Beça preza por isso e valoriza essa arte voltada para professores da secretaria. O evento atingiu seus objetivos que foi aproximar, fomentar essa cultura da arte dentro da nossa rede de ensino”, comemorou.

Com tema “A relação entre o professor artista e o artista professor”, o coordenador da Faculdade de Arte da Ufam, Valter Frank de Mesquita Lopes, afirmou que procurou levar aos participantes a diferença entre os dois profissionais, que no final levam a disciplina com muita dedicação e qualidade.

“O que falta na verdade é esse dialogo entre as esferas. Da formação superior do professor que vai atuar e a outra da própria cultura e da arte, dos artistas profissionais, mas que atuam também no ensino”, explicou.

A professora de artes, Eliana Chaves, da Escola Municipal Olga Figueiredo, no bairro Alfredo Nascimento, zona Leste, trabalha com 530 alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Segundo a educadora, foi uma boa oportunidade de também mostrar os trabalhos realizados pelos estudantes nas temáticas “Arte Rupestre”, “Corpo em movimento”, “Simetria das borboletas e releitura da pintura clássica do Abaporu de Tarsila do Amaral”.

“São trabalhos de custo muito reduzido com os alunos, porque trabalhamos com reciclagem. Essa ideia, plantada em terra fértil, germina e desperta novas ideias. A ideia de trazer o trabalho para o evento é para que surjam novos pensamentos”, contou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054