25/09/14 | 10:20
Semed promoverá, durante a 1ª semana de outubro atividades extraclasses para alunos do Promeapi

Em comemoração ao dia nacional do idoso, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Gerência de Educação de Jovens e Adultos (Geja) realizará, entre os dias 1° e 3 de outubro, atividades extraclasses para alunos do Programa Municipal de Escolarização do Adulto e da Pessoa Idosa (Promeapi). Durante a semana, será trabalhado o tema “Mãos envelhecidas, porém não esquecidas: Ressignificando Saberes na Educação do Adulto e da Pessoa Idosa”, por meio de palestras e atividades desenvolvidas especificamente para cada turma e estudantes do Programa.

A cerimônia de abertura das atividades aconteceu na tarde desta quarta-feira, 24, no auditório da secretaria, envolvendo cerca de 200 alunos que fazem parte do Programa, além de representantes da Semed e da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Durante o evento, foram apresentadas as ações do Programa por meio de um vídeo e relatos de experiência de ex-alunos, alunos e professores, demonstrando a superação, o entusiasmo e dedicação dos participantes. Além disso, foi lançada a nova proposta curricular do Promeapi, aprovada em 2013 pelo Conselho Municipal de Educação.

O objetivo da atividade, que acontecerá na próxima semana, será contribuir para inclusão, valorização e socialização dos das pessoas idosas de Manaus, tendo em vista a necessidade de fortalecer as políticas públicas voltadas à educação para este público.

Ao longo da programação os alunos visitarão museus, teatros, praças e demais pontos turísticos da cidade, como também participarão de palestras e momentos de entretenimento.  Nesses dias, os alunos terão instantes de lazer, sociabilidade  e de interação entre eles mesmos e de outras pessoas. O chefe da Geja, explicou porque a Semed viabilizou esta programação.

“A Semed pensou em fazer este evento, porque  acredita que não basta somente  escolarizar e alfabetizar esses idosos,  mas  também tem que promover momentos que seja possível inseri-los em  um contexto social e tirá-los da morosidade de suas casas, para que com isso tenham mais  qualidade de vida, uma autoestima elevada e a oportunidade de conhecer e vivenciar com coisas diferentes do seu dia a dia. Essa é a ideia do Promeapi, trabalhar uma educação de qualidade, mas também a questão da inclusão social, desenvolvendo aspectos culturais e sociais entre eles” explicou o gerente  .

No decorrer da cerimônia de abertura, houve uma palestra voltada para o tema trabalhado durante toda a programação. A palestrante foi a assistente social e especialista em gerontologia da Semsa, Georgina Sarkis, que abordou entre outros assuntos a importância da educação no envelhecimento, da leitura e o papel da escola com agente formador de opinião. Sobre a atividade ela destacou que a iniciativa da Semed tem uma relevância significativa na vida dos idosos.

“Esse evento é muito relevante porque os envolve, faz com que estes idosos se sintam valorizados e tenham a oportunidade de viver momentos diferentes em suas vidas, de sair do seu círculo de amizades, de interagir com pessoas diferentes e mais novas. E isso é importante porque lhes dá uma sensação de bem estar e que estão sendo valorizados. Portanto, penso que essa atividade  é uma ação muito significativa em suas vidas”, observou a assistente social.

 

Expectativa

Atualmente, o Programa atende 600 alunos em 26 espaços não formais, como igrejas, associações de bairros, fundações e intuições públicas e privadas. A aluna Zifa Freitas, 55, que estuda em sala do Promeapi, instalada dentro da Secretaria Municipal de Limpeza Pública, disse que está ansiosa para o início das atividades. “Estou ansiosa para chegar esta semana. Acho que vou me divertir muito. Fico feliz por poder participar desta atividade”, disse a dona Zifa Freitas.

Para Maria Lourdes Nunes, 59, estudante da 1ª fase do EJA, no Parque Municipal do Idoso (PIM), a ação será oportuna para conhecer lugares que jamais tinha conhecido antes. “Achei muita boa essa iniciativa. Ainda mais quando soube que eu poderia conhecer novos alunos. Em nossa idade, coisas simples como essa, fazem a diferença. O meu desejo que seja bastante proveitoso e que aprenda coisas novas e interessantes. Só isso basta”, declarou Maria.

 

PROMEAPI

O Programa é da Semed e tem a finalidade de promover uma política pública de educação voltada aos adultos e idosos a partir dos 35 de idade que não concluíram o 1º Segmento do Ensino Fundamental. O Programa existe há mais de 14 anos e já alfabetizou mais 5.794 adultos e idosos e atendeu mais de 6.876 alunos da 2ª e 3ª fase do Ensino de Jovens e Adultos (EJA).

 

Texto: EmersonFelipe

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054