11/07/12 | 13:13
Semed promove evento ‘Cidadania não tira férias’

Evento foi voltado para os filhos dos funcionários. Mais de 100 crianças participaram e puderam se divertir com brincadeiras lúdicas voltadas para o tema cidadania.

Quem transitou pela sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed) na manhã de hoje (11) notou um ambiente mais alegre e colorido. Balões verdes e amarelos, um pula pula e muitas crianças correndo compunham um cenário atípico do local. Toda essa movimentação fez parte do evento ‘Cidadania não tira férias’, realizado pela Divisão de Ensino Fundamental (DEF), onde os filhos dos funcionários da secretaria participaram de brincadeiras lúdicas voltadas para o tema cidadania.

Mais de 100 crianças, entre cinco e 13 anos, participaram das atividades que teve como objetivo ensinar e estimular aos pequenos, práticas de cidadania, como: combate a pirataria, preservação do meio ambiente e patrimônio público, além de explicar o que são os tributos e os impostos.

“Entendemos que a educação se inicia na família e temos que partir dela, desenvolvendo nos funcionários e nos filhos dos funcionários questões de cidadania”, disse a Chefe da DEF, Marcionília Bessa.

Antes de iniciar as brincadeiras, cada criança recebia um crachá com suas informações pessoais, como: nome, nome do responsável e setor que trabalha e telefone, tudo para evitar qualquer tipo de problema. Em seguida, os monitores levavam os meninos e as meninas para participarem das atividades.

No hall da Semed foi instalado um pula pula, o brinquedo mais disputado. Os cinco minutos que cada grupo tinha direito não era suficiente e muitos voltavam para a fila para repetir a diversão.

As meninas, antes das brincadeiras, iam pintar o rosto. Os desenhos eram diversos, teve borboleta, flor, boneca. Ana Beatriz Leal, sobrinha de uma funcionária da Semed, explicou o porquê escolheu o desenho da borboleta.

“A borboleta é divertida, por isso toda menina gosta de borboleta”, afirmou.

Outra brincadeira que chamou a atenção das crianças foi a corrida fiscal. A competição tinha três participantes, cada um tinha que responder perguntas sobre cidadania, respeito, ética e conhecimentos gerais. Cada resposta certa era dado um passo a frente na trilha. O primeiro que cruzasse a linha de chegada se tornava o vencedor. Julianny Lopes, 8, foi a primeira ganhadora. Venceu sem errar nenhuma pergunta.

“Não foi difícil, eu sou muito estudiosa”, falou.

“Usamos a corrida fiscal como forma lúdica de ensino na nossa escola. Sem dúvidas, os alunos aprendem brincando”, explicou o professor Franklin Tavares, da Escola Municipal São Judas Tadeu, idealizador da brincadeira.

Atividades no auditório

Às 9h, as crianças foram levadas para o auditório da Secretaria. Lá as brincadeiras continuaram. Teve a sessão cinema, com desenhos voltados para o tema do evento, em seguida foram feitas perguntas sobre o tema.

A dupla Cida e Dania, de forma bem divertida, explicou porque a cidadania não tira férias, ensinando que as crianças não podem destruir as carteiras escolares, jogar lixo na rua, entre outras coisas.

As atividades foram encerradas às 11h com a apresentação dos Garis da Alegria. Com musicas e muita brincadeira eles fizeram a alegria das crianças que se pudessem não iriam para casa.

“Eu gostei muito. Aguentaria ficar até meia noite”, disse a pequena Anna Dida, de sete anos, filha da formadora da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), Mara Ciybele Monteiro.

Para a Coordenadora do evento, Esther Albuquerque, o evento teve seu objetivo alcançado.

“Nós fizemos um evento voltado para as crianças, pois eles alcançam os pais deles”, falou.