28/11/13 | 13:46
Semed premia textos de alunos da EJA

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da gerência de educação de jovens e adultos, realizou na noite desta quarta-feira, 27, a cerimônia de premiação do III Concurso Escola Leitora, no Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Cemeja) Prof. Samuel Benchimol.

O concurso acontece desde 2011 para estimular, de forma criativa, a prática da leitura, interpretação e escrita entre os alunos que participam da Educação de Jovens e Adultos. As escolas participaram do concurso por meio do Caderno Escola Leitora, que é produzido pela equipe pedagógica das escolas.  Já os alunos concorrem individualmente nas categorias de textos narrativos, dissertativos, poéticos entre outros.

A seletiva do concurso ocorreu em três etapas. Primeiramente as escolas encaminharam seus cadernos com as melhores produções textuais dos alunos para as Divisões Distritais Zonais (DDZ) a qual pertencem; cada DDZ selecionou 14 cadernos e enviaram para a Gerência do EJA, que escolheu 7 cadernos, um por cada categoria, e realizou a visita às escolas para a avaliação final, que consta de apresentações a partir das experiências relatadas nos cadernos.

O concurso tornou-se um grande incentivo aos jovens e adultos no desenvolvimento da leitura, escrita e desenho, aprimorando a criatividade. É também uma forma de reconhecimento ao compromisso e motivação das escolas  com a educação. A premiação consiste em medalhas de honra ao mérito para os alunos e placas de destaques para as escolas.

O evento contou com uma programação cultural variada, com apresentações musicais, peças teatrais e poesias, resultado do trabalho com os alunos das escolas envolvidas no projeto e premiada na cerimônia. A Escola Municipal São Bendito, por exemplo, apresentou uma peça teatral que mostra o ciclo migratório das famílias do interior em busca de melhores condições de vida em Manaus, mas se deparam com a dificuldade de entender o que está escrito nas placas, faixas e mensagens do dia a dia.

 “É uma forma prazerosa de incentivo à leitura, levando aos alunos o conhecimento de vários gêneros de leitura com toda uma leveza que desperta nos alunos a vontade de ir além nos estudos”, afirmou a subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Ana Falcão.

“Esse prêmio me dá mais uma força para continuar os estudos, ser alguém na vida e dar orgulho para minhas duas filhas”, afirmou uma das premiadas da noite, Rosiléia Pantoja Andrade, aluna da Escola Dr.Raimundo Nonato Magalhães Cordeiro.

Seis escolas receberam a placa de destaque por terem atendidos os critérios de avaliação obedecendo a uma media aritmética, por ordem de classificação: E.M. João Goulart ( DDZ III), 2º lugar – E.M. São Benedito ( DDZ IV), E.M São Luiz ( DDZ VI), E.M. Carolina P. Raimunda Almeida ( DDZ V), E.M Joaquim da Silva Pinto ( DDZ I) e E.M São João ( DDZ II).

 

Aunos premiados

Nesta terceira edição do concurso, além de destacar as melhores produções por categoria textual a Gerencia da EJA entregou um celular para cada aluno destaque:

Texto Narrativo:  Eliene Alves de Souza – E.M Aristófanes Bezerra DDZ IV

Texto Dissertativo:  Rosiléia Pantoja Andrade – E.M Dr.Raimundo Nonato Magalhães Cordeiro DDZ IV

Texto Poético: Julio Rodrigues dos Santos – E. M Dom Jackson Damasceno DDZ VI

Frase Ilustrada: Vaneide Nazaré Ferreira – E.M Dr. Raimundo Nonato Magalhães Cordeiro DDZ IV