22/08/12 | 19:28
Semed inaugura o 120° Telecentro.

Até o final do ano 219 escolas da rede municipal contarão em sua estrutura com os Telecentros – unidades tecnológicas implantadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) em parceria com a Prefeitura de Manaus. Nesta quarta-feira, (22), a Escola Mul. Sérgio Alfredo Pessoa Figueiredo localizada no bairro Presidente Vargas – Matinha recebeu a 120° unidade do Telecentro.

“Tudo o que a Secretaria de Educação desenvolveu servirá de base para o futuro”, enfatizou o Secretário Municipal de Educação, Mauro Lippi.

De acordo com ele, a secretaria já apresentou vários avanços nos últimos dois anos e o telecentro é mais um desses benefícios.

“Os resultados são decorrentes da união, motivação e a competência de todos da classe de educadores da rede municipal de educação. Inserir 120 inclusões digitais na cidade de Manaus é uma vitória. Com o telecentro estamos dando um up grade e novas oportunidades às escolas e comunidades que não tem condições de ter o acesso à informática”, ressaltou o Secretário.

“O Telecentro traz um grande benefício para os alunos”, comentou a gestora Mariluce Diniz. Segundo ela, a unidade traz vários benefícios para o espaço escolar.

“Os alunos agora terão o acesso à informação, poderão pesquisar na internet e se afastar do ambiente das lan houses. O Telecentro trabalha o lado social e pedagógico. Foi uma iniciativa louvável. Eu vejo ainda como um grande ganho para a comunidade, eles também poderão nos ajudar nos projetos e a desenvolver ainda mais a qualidade da educação em nossa escola”, ressaltou a gestora.

 O Coordenador do Telecentro,  Geremias Nascimento de Souza, falou sobre o mundo real e virtual que os alunos devem ter acesso.

“É indispensável a utilização da tecnologia em nossos dias, é uma extensão do ensino regular. Vivemos em dois mundos: o mundo real e virtual, sendo que não podemos viver à parte do virtual. É uma ótima iniciativa para a inclusão dos comunitários no mundo digital. Promove uma integração da comunidade com a  escola, além de um incentivo para  os alunos permanecerem na escola”, enfatizou o coordenador.

A aluna do 5° ano, Raíssa Ketlen Gomes dos Santos, 10, acredita que  o telecentro facilitará as pesquisas escolares.  “Achei demais esse espaço. O que mais gosto na internet é ver os vídeos, acessar os jogos e fazer pesquisas. Antes eu ia à casa da minha tia para pesquisar, agora com a internet na escola ficou bem melhor”, salientou a aluna.

Animada para se inscrever no telecentro, a comunitária e mãe de aluno, Vanessa Rodrigues da Silva Sales, 23, acredita que a unidade é um a grande oportunidade para alunos e comunitários.

“Eu acho muito importante as crianças terem a oportunidade de aprender mais sobre a informática. Estava até pensando em pagar um curso de informática para minha filha, agora não vou mais precisar pagar e eu também vou me inscrever para fazer cursos”, afirmou a comunitária.