08/07/13 | 13:52
Semed firma parceria com a Polícia Rodoviária Federal para educação de trânsito

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) lançou nesta segunda-feira, 08, O Projeto “Escola e Polícia Rodoviária Federal: educando para o trânsito”. As ações serão coordenadas em parceria entre Semed e Polícia Rodoviária Federal (PRF), e visam implementar o tema trânsito no currículo das escolas rodoviárias da rede municipal de ensino.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), os acidentes de trânsito matam aproximadamente 1,3 milhão de pessoas por ano, sendo a nona causa de mortes em todo o mundo. O Projeto vai contribuir com a redução desses números, formando cidadãos condutores além de atender o artigo 23 da Constituição Federal. “Essa parceria com a Polícia Rodoviária Federal é mais uma ação da prefeitura voltada para educação, visando segurança aos alunos e professores da rede rural rodoviária”, afirmou o subsecretário, Deusamir Pereira.

A apresentação do ‘Escola e Polícia Rodoviária Federal: educando para o trânsito’ foi realizada no auditório da Semed e contou com a presença de professores e diretores das 52 escolas da zona rural. Durante o evento foram ministradas três palestras sobre o tema.

Ação pedagógica

A Chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) VII, Edilene Pinheiro, explica que os professores terão uma formação ministrada pela Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) e, a partir daí, irão elaborar ações a serem realizadas nas escolas.

“O principal foco é oferecer conhecimentos voltados para o trânsito, trabalhar durante todo o ano e ao final fazer uma culminância de tudo que foi feito, tudo isso com vistas na prevenção de acidentes”, disse.

O Chefe substituto do 3º distrito da PRF, Wirlley Menezes de Paula, acredita que a parceria Semed e Polícia será produtiva. Segundo ele não basta somente fiscalizar, é necessário principalmente conscientizar as pessoas sobre os cuidados com o trânsito.

“Existem dois eixos para evitar acidentes: fiscalizar e educar para o trânsito, a Semed terá papel fundamental nesse processo. De nada serve a fiscalização se não houver conscientização, já que 80% dos acidentes nas rodovias são por falta de responsabilidade dos condutores”, disse.