09/11/18 | 16:24
Semed encerra 4ª Socialização de Práticas Formativas

Depois de três dias de muito aprendizado, trocas de experiências e discussões, foi realizado nesta sexta-feira, 9/11, o encerramento da 4ª Socialização de Práticas Formativas, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada na Avenida Maceió, zona Centro-Sul de Manaus. Na oportunidade, foram apresentados 220 relatos de experiências, 80 apresentações de banners, seis rodas de conversa e duas conferências.

O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da DDPM, envolvendo professores, pedagogos, gestores e coordenadores dos Telecentros da rede municipal de ensino.

Na edição deste ano, o tema da socialização foi “Formação Continuada: Tecendo Diálogos Sobre o Cotidiano Escolar e Práticas Pedagógicas Inovadoras”. A ação buscou compartilhar as práticas pedagógicas proposta nos encontros de formação continuada promovidos pela DDPM, por meio das Gerências de Formações Continuada (GFC) e Tecnologia Educacional (GTE) e executadas com os recursos tecnológicos disponíveis na rede.

A chefe do DDPM, Rita Luna, aproveitou para fazer um resumo dos três dias de evento e dos diversos projetos apresentados pelos professores.

“Esse momento para nós é o ápice daquilo que entendemos que deve ser o processo de formação continuada, em que todos aprenderam coletivamente. Cabe a nós pensar em estratégias para promover as discussões entre os nossos professores que tragam melhoria ao processo de ensino aprendizagem”, explicou.

Convidada pela Fundação Telefônica Vivo, parceira da Semed no projeto Profuturo, que proporcionou entre outras ações, formação para cerca de mil professores da rede, a coordenadora pedagógica do serviço de Ensino Fundamental, da Secretaria de Estado da Educação de Sergipe, Josevania Souza, participou da socialização e falou sobre a experiência.

“Foi muito rico participar desse encontro, porque é sempre bom ouvir relatos de professores e narrativas. No Estado do Sergipe, temos algumas ações de socialização de outros setores da secretaria, mas não como esse. Essa experiência é algo positivo e que pretendemos mobilizar a rede de lá para realizamos também”.

Relatos

Satisfeita pela oportunidade de mostrar o trabalho “Explorando o espaço geográfico da Copa do Mundo 2018: a importância da formação continuada para uma prática reflexiva”, a professora Elimara Martins Ribeiro, representou as Escolas Municipais João Alberto de Menezes Braga e Rita de Cássia, na Zona Norte. A educadora ressaltou o aprendizado em sala de aula com 66 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental.

“Pude perceber as dificuldades dos alunos sobre o espaço geográfico na disciplina de geografia, quando participei de uma formação no DDPM. Depois elaborei o projeto, com isso, melhorou muito o conhecimento dos alunos, principalmente na linguagem da geografia”.

O Centro Municipal de Educação Especial (Cmei) Madre Ana Rosa do Gattorno, na zona Leste, apresentou o projeto “Recursos pedagógicos como proposta de ensino aprendizagem através dos jogos e brincadeiras para crianças com Transtorno do Espectro Autista – TEA”. Para professora, Rosana Trindade, ter a chance de mostrar os resultados obtidos com os alunos nas salas inclusivas foi muito bom.

“Esse projeto surgiu da inquietação de receber crianças com autismo que não participavam de uma simples atividades. Realizei jogos e brincadeiras com materiais simples e contação de histórias e tive um retorno muito significativo com esses alunos, que hoje reconhecem nomes e fotos”, finalizou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054