20/09/17 | 16:14
Semed e Vemaqa lançam revista em quadrinhos sobre o Meio Ambiente

Para orientar crianças e adultos sobre os riscos à saúde e ao meio ambiente devido a fumaça causada pelas queimadas ilegais, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) em parceria com a Vara Especializada em Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa) do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) lançou, na manhã desta quarta-feira 20/9, no Espaço da Cidadania Ambiental (Ecam), que funciona no Mezanino do Manauara Shopping, a revista em quadrinhos ‘Queimadas x Meio Ambiente: uma relação complicada’.

A subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzeni Trajano, destacou que a preservação ambiental é um assunto bastante trabalhado nas unidades de ensino, desde a Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental.

“E desenvolvido um trabalho de forma educativo nas escolas, onde os pais e responsáveis também participam, recebendo orientações  especificas sobre como tratar o lixo descartado em casa, o uso da água e também os cuidados com o corpo devido ao forte calor que temos sofrido”, disse Euzeni.

A revista trata da relação entre o homem e a natureza, abordando um tema sentido por todos que habitam a região Amazônica e as consequências, principalmente durante verão amazônico. Para Adalberto Carim, juiz titular da Vemaqa, a Justiça ambiental também é um mecanismo para educar e não apenas punir.

“Quando se pensa em justiça ambiental, vem logo a ideia de uma justiça punitiva, mas na verdade o nosso propósito é educar e conscientizar a população, que é um dever do poder público”, explicou.

Os Quadrinhos estarão disponíveis no espaço e também serão trabalhados pelo projeto Oca vai à Escola, do Programa Ocas do Conhecimento Ambiental da Semed, apresentando exemplares aos estudantes. Os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Professora Adelaide Tavares de Macêdo, no bairro Adrianópolis, zona Centro- Sul da cidade, debateram o assunto, mostrando o que já sabem sobre preservação da natureza.

“É importante cuidar da natureza, os animais e os seres humanos precisam respirar um ar puro, mas se a gente começar a queimar ou cortar árvores, não teremos mais um Planeta saudável”, afirmou Juliano Mateus Mendes de 9 anos.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054