24/07/20 | 17:17
Semed busca parceria junto ao Sebrae para oferecer formações aos servidores

Em busca de novas parcerias para desenvolver o trabalho de formação dos profissionais, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) se reuniu nesta sexta-feira, 24/7, com representantes do setor de Educação Empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O objetivo do encontro foi buscar novas opções voltadas ao Ensino à Distância (EAD).

Além de beneficiar professores, a intenção da parceria é estimular também estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e a toda comunidade escolar. As formações, que fazem parte fazem parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), serão gratuitas e acontecerão remotamente por meio da plataforma do Sebrae e de lives.

De acordo com a gerente de Formação Continuada da Semed, Rosana Xavier, a parceria chega em um momento em que a Semed busca implementar ações de formação junto aos professores de acordo com a necessidade e contexto que eles se encontram.

“Essa parceria fortalece um trabalho em que o professor pode ter acesso a novas ferramentas de comunicação, ter acesso a novos conhecimentos sobre plataformas, sobre processos de educação a distância. O Sebrae nos traz a oportunidade de alcançar mais o nosso público, tanto professores quanto alunos. A gente tem nessa parceria muitas outras possibilidades formativas”, acrescentou Rosana.

O trabalho em conjunto com o Sebrae não é novidade. Em 2018 foi firmada uma parceria que levou para mais 1,5 mil estudantes, além de 375 professores de 18 escolas, incluindo duas localizadas na zona rural, ao programa “Empreendedorismo na Escola”.

Ainda em fase de conversas, foram apresentadas para a Semed listas de oficinas online para contribuir com o trabalho remoto nas escolas e a para auxílio no retorno às aulas.

Para Gisele Sarmento, coordenadora estadual do PNEE, a união de forças acontece para que se consiga alcançar o maior número possível de educação para a população do estado e o Sebrae, com seus conteúdos de empreendedorismo, só tem a agregar.

“De uma forma bem oportuna, devido ao momento da pandemia que as famílias têm que se reinventar para garantir seu sustento e o Sebrae tem uma série de capacitações, cursos on-line, palestras que podem contribuir para que as pessoas possam se planejar nesse contexto de crise mundial. A Semed tem um público muito específico voltado para o programa nacional de educação empreendedora onde trabalhamos juntamente com a escolas”, finalizou.

A previsão é que o plano de ação esteja pronto no início do mês de agosto e que as ações já comecem a acontecer a partir do mês de setembro com os servidores da Secretaria.

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Ingrid Anne