21/03/17 | 17:03
Semed apresenta ao MPC ações voltadas para ampliação da Educação Infantil

MPC2

 

A Prefeitura de Manaus apresentou, nesta terça-feira, 21/3, ao Ministério Público de Contas (MPC), as ações de ampliação das ofertas de vagas da Educação Infantil. Atendendo recomendações do prefeito Arthur Virgílio Neto e do prefeito em exercício, Marcos Rotta, o subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Bruno Guimarães, fez a apresentação à procuradora de contas, Evelyn Carvalho.

Durante a reunião, o subsecretário explicou à procuradora que, para atender a demanda de alunos a partir de 4 anos no ano letivo de 2017, foram criadas 110 novas turmas em toda a rede, em relação ao quantitativo de turmas e alunos de pré-escola em 2016.

Também foi informado que, dentro do Plano de Investimento 2017/2018 da Semed, estão previstas seis novos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) nos bairros da Compensa, Lírio do Vale e Tarumã, na zona Oeste, Lago Azul e Novo Aleixo, na zona Norte e Mauazinho, na zona Leste da cidade.

De acordo com o subsecretário, a Semed tem trabalhado para melhorar a qualidade dos índices educacionais bem como atender às demandas crescentes da cidade. “A cidade tem crescido principalmente nas zonas Norte e Leste. Temos as nossas complexidades estruturais e econômicas pelo que passamos, como este ano com o nosso orçamento com R$ 100 milhões a menos. E a Semed vem trabalhando de forma a privilegiar a eficiência da gestão”, explicou ele, destacando ainda que a secretaria está sempre à disposição do tribunal para quaisquer esclarecimentos.

O diretor de Planejamento (Deplan), João Carlos da Silva Filho, informou também que está sendo preparado um plano de ação que será discutido em Brasília, no Ministério da Educação, para a repactuação das verbas que são recebidas por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“Muitas verbas do FNDE não atendem a nossa realidade e nós queremos mostrar a nossa realidade. Eles estão sempre abertos a essas repactuações e novas propostas, para que os recursos sejam melhor utilizados”.

Após ouvir as informações, a procuradora Evelyn Carvalho disse da importância de manter um diálogo aberto com órgão fiscalizador e destacou a importância desse tipo de iniciativa para o trabalho desenvolvido tanto pelo tribunal, quanto pela secretaria.

“É importante que estejamos tendo essa oportunidade para conversarmos um pouco. Se trabalhamos de uma forma preventiva, evitamos muitos problemas mais lá na frente. O objetivo do tribunal de contas não é ser apenas um órgão sancionador, mas ser um órgão orientador e pedagógico”.

 

Texto e Foto: Martha Bernardo

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054