26/06/13 | 12:01
Semed adota projeto-piloto de Qualificação e Requalificação para a empregabilidade

A compreensão sobre a dinâmica econômica das micro e pequenas empresas no Brasil tem se tornado um tema relevante na agenda das políticas públicas no país. O nível de escolaridade dos trabalhadores é apontado como o principal entrave na busca por uma colocação no mercado de trabalho.

Visando ampliar, identificar as necessidades e as oportunidades de vagas no mercado de trabalho foram realizadas pesquisas de campo com 10 empresas, objetivando descobrir o motivo das reprovações nos processos de seleção. O diagnóstico mostrou que a principal necessidade para o sucesso da empregabilidade está na qualificação de português, matemática e informática.

Preocupados com estas estatísticas representantes do SINE e do Centro das Micros e Pequenas Empresas, reuniram-se com o subsecretario da Secretaria Municipal de Educação, Deusamir Pereira, com objetivo de dar respostas ao apelo popular das ruas que pede mais empregos e melhorias na educação. Uma das propostas encontradas foi a ampliação do projeto experimental “Qualificação e Requalificação para a Empregabilidade”.

O projeto já utiliza as escolas da rede municipal de educação que possuem Telecentro para formação em informática em parceria com o governo do estado, através do CETAM. “O papel da escola é pensar o cidadão para a vida para a vida, este será o maior beneficiado com as portas que serão abertas”, destacou o subsecretário Deusamir Pereira.

A primeira escola que recebeu o projeto experimental foi a Escola Municipal Madre Tereza de Calcutá formando 40 alunos da educação de jovens e adultos no curso de informática básica. Desses 40 alunos, 29 ingressaram no mercado de trabalho graças à capacitação.

Esses são os objetivos que a Semed pretende alcançar na ampliação do projeto: melhorar o nível de escolaridade, promover empregabilidade dos alunos e elevar o nível de profissionalização do mercado de trabalho.