19/06/17 | 15:51
Semed abre Semana Nacional de Combate as Drogas com atividades de conscientização

Com a realização de debates, rodas de conversas, palestras e aulas temáticas, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciou, nesta segunda-feira, 19/6, em todas as 492 unidades de ensino da rede, a programação da Semana Nacional de Combate as Drogas. Nos próximos dias, alunos, professores, pais e a comunidade em geral, participarão de várias atividades e ações sobre o uso de drogas. A semana faz parte das ações do Dia Nacional de Combate as Drogas, comemorado no próximo dia 26 de junho.

A ação faz parte do Programa Municipal de Prevenção as Violências e as Drogas, que ocorre desde ano passado nas unidades de ensino da rede municipal. A Semed conta com as parcerias da Policia Federal, Polícia Militar com o Programa Nacional de Resistência às Drogas (Proerd), Programa Pró-Vida da Policia Civil, Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Comad) e Capelania Escolar.

A assessora pedagógica da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed, Loures Souza, destacou que as atividades nas escolas são fundamentais para alertar aos alunos, pais e educadores sobre o uso de substâncias entorpecentes. “É bom que todos fiquem em alerta e, principalmente, tenham a capacidade de compreender o perigo que isso causa na vida”, comentou.

O agente de Política Federal, pertencente ao Grupo de Pronta Intervenção (GPI), Demétrius Bernal, foi um dos palestrantes na Escola Municipal Escola Municipal Senador Fabio Pereira de Lucena Bittencourt, no bairro Nova Esperança, zona Centro-Oeste, e abordou o tema “Consumo ilícito e efeitos das drogas”. Para ele, que trabalha há 18 anos nessa área, é fundamental que os alunos tenham consciência do mal que as drogas podem causar.

“Nosso foco é orientar os alunos sobre os problemas que podem causar para eles, tanto na fase do consumo, como na fase da venda e negociação de entorpecentes. O grande problema que nós verificamos é a falta de informação para o jovem”, alertou.

Segundo o pedagogo Fábio Caetano da Silva, membro da coordenação pedagógica da Semed, cerca de 90 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental participaram do encontro. Ele também ressaltou que a escola já realiza trabalhos de conscientização dos alunos sobre o tema, como o Proerd.

“Essa palestra é importantíssima para a escola, mas principalmente aos alunos, porque no mundo em que vivemos hoje, a droga está imperando. Esse encontro abre os olhos deles e tomara que isso seja uma semente que cresça dentro da cabeça deles”, disse.

A aluna do 9º ano do turno vespertino, Jhullya Victoria Araújo da Silva, 15, participou da palestra. Ela também teve a chance de visitar e participar de uma oficina temática na sede da Polícia Federal há algumas semanas. De acordo com a estudante, o assunto é muito delicado, e aproveitou para deixar um recado.

“Esse momento é para conscientizar o aluno sobre a droga. É melhor a pessoa ser do bem, do que do mal. É melhor ajudar as pessoas e ser alguém na vida, como médico, advogado,  do que ser um dependente químico”, alertou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054