06/04/15 | 8:09
Segunda edição da Pedalada da Inclusão mobiliza mais de 700 pessoas na Ponta Negra

Mais de 700 pessoas participaram, na noite desta quarta-feira, 1º, da 2ª edição da Pedalada da Inclusão, que neste ano foi em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado no dia 2 de abril. O evento, realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), faz parte dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas) e teve largada no Complexo Turístico da Ponta Negra, zona Oeste de Manaus.

A pedalada foi encerrada na sede da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, também zona Oeste da cidade. O local recebeu iluminação azul, em referência ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo. O evento recebeu ciclistas amadores e profissionais, mas também abriu espaço para participantes que optaram por fazer parte do circuito caminhando e acompanhando as crianças com deficiência.

Para a secretária da Semed, Kátia Schweicardt, a Pedalada da Inclusão é uma forma de chamar a atenção da sociedade para a importância de respeitar as diferenças. De acordo com ela, atualmente, a Semed tem mais de 1.100 alunos com deficiência, dos quais 700 são autistas que possuem desde o transtorno simples ao mais agudo. Destacou, ainda, o trabalho feito pelos profissionais da educação que possuem alunos com deficiência inclusos.

“Esse trabalho começa de fato no chão das escolas. Nossos gestores e professores, que são envolvidos com a educação especial são verdadeiros guerreiros, pois trabalham muitas vezes em condições adversas, mas são muito envolvidos e comprometidos com a educação. Precisamos conscientizar a sociedade da importância dessa parceria, desse ato de amor à qualidade de educação, a essas crianças que têm o direito de estar convivendo socialmente nos bancos das escolas e na sociedade de igual para igual”.

De acordo com a coordenadora do evento, Shirley Amaral, o principal objetivo da pedalada é a inclusão social da pessoa com deficência por meio do esporte. “Essa é a nossa chamada para a sociedade, para o direito da pessoa com deficiência através do esporte, pois o nosso objetivo é a inclusão”, relatou.

A pedalada foi aprovada pelos pais e pelas crianças que participaram caminhando ou andando de bicicleta adaptada. O aluno Paulo Otavio de Oliveira, que tem autismo, contou empolgado sobre a participação no evento. “Foi muito legal, eu fiz muita coisa, caminhei, andei de bicicleta, foi muito divertido”.

Mãe da jovem Jordana de Souza, que tem deficiência mental leve, Joanita Quaresma, destacou o trabalho feito pelo Complexo de Educação Especial, da Semed. “Muito boa a iniciativa da corrida, a minha filha desenvolveu muito quando começou a estudar no André Vidal, ela melhorou a comunicação, participa de diversas atividades em grupo, foi muito bom”.

Cadeirante, o aluno Renan Moreira participou da caminhada acompanhado da mãe, Ivanete Moreira. “É muito bom para o desenvolvimento social deles, pois podem interagir com outras pessoas e participar de atividades físicas”, contou Ivanete.

A Pedalada da Inclusão contou ainda com a participação da secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia, e do secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Elvys Damasceno, que foram pedalando até a sede da prefeitura.

TEXTO: João Pedro Figueiredo
FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054