07/02/13 | 20:29
Secretário da Semed se reúne com superintendente da CEF

Cerca de 3,5 mil famílias do Residencial Viver Melhor, Zona Norte da cidade, serão beneficiadas com a construção de três creches municipais, um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) e uma Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF). A garantia foi dada em reunião entre o Secretário Municipal de Educação (Semed), Pauderney Avelino e o superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF), Paulo Henrique Ângelo, na manhã desta quinta-feira (7)

A primeira etapa das novas unidades educacionais deve ficar pronta até o final deste ano. A Secretaria já tem os projetos prontos, e apenas aguarda os tramites burocráticos para o início das obras. Os novos prédios educacionais atenderão crianças e jovens daquela localidade.

Segundo o superintendente da Caixa, Paulo Henrique, das 3.511 unidades habitacionais construídas no local, apenas 50 unidades restam para serem ocupadas. “Isso fez gerar uma nova necessidade de creches, CMEIs e escolas de ensino fundamental e médio”, afirmou Paulo. Para atender a demanda atual, Pauderney afirmou que nenhuma criança ficará sem escola, porque a Semed providenciará outras unidades próximas ao conjunto residencial para acolher o aluno durante o ano letivo.

“A nossa preocupação é atender essas pessoas que moram no conjunto, portanto estamos providenciando uma ação emergencial de deslocar as crianças para as Escolas Municipais Solange Nascimento (BR 174) e Antônio Medeiros (União da Vitória). As duas escolas serão adaptadas para receber esses alunos no ano letivo de 2013”, concluiu.

Além dessa medida, a Semed está buscando prédios nas proximidades para atender o excedente da demanda que surgiu no local, em especial para alunos de 4 a 5 an

O objetivo da Semed não é atender apenas com as creches, mas com a educação fundamental e educação infantil garantindo a continuidade da educação das crianças e firmando parcerias com a Seduc para criação escolas de ensino médio. Das 45 creches municipais previstas pela Prefeitura de Manaus, em todas as zonas geográficas da cidade, há previsão de implantação creches municipais, tendo a previsão de entrega para o ano de 2014.

“Vamos atender a demanda, de forma integrada e planejada para que a nova fase de expansão do Viver Melhor, que será maior ainda, não sofra com a ausência de estrutura pública como escolas, postos de saúde e transporte público”, finalizou Pauderney.