25/09/15 | 17:25
Saúde é tema de trabalhos de alunos premiados pela prefeitura

IMG_0111Alunos da rede pública de ensino que produziram vídeos, desenhos e frases de promoção à saúde receberam tabletes, bicicletas e kits escolares da Prefeitura de Manaus como premiação do concurso promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Na manhã desta sexta-feira, 25, em evento realizado no auditório Vânia Pimentel, da Universidade Nilton Lins, em Flores, zona Centro-Sul, 12 alunos foram premiados.

Dos 12 prêmios oferecidos pelo Concurso de Promoção da Saúde, sete foram dados para alunos de escolas do município. O concurso visou sensibilizar a comunidade escolar sobre atitudes e hábitos saudáveis, promovendo competição de desenho, frase ou slogan e vídeos sobre a temática e teve a participação de 800 estudantes da rede pública estadual e municipal de ensino.

“O concurso foi uma grande mobilização em toda a população escolar, a exemplo do que acontece todos os anos, para temas importantes como a prevenção do tabagismo, da dengue, dos acidentes de trânsito e sobre alimentação saudável. E ver as crianças e adolescentes fazerem trabalhos tão bonitos, pois ele se envolvem e envolvem toda família, é uma satisfação enorme para nós, que contamos com eles também para conscientização”, comemorou a subsecretária de Gestão em Saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire.

IMG_0010Na plateia, professores, gestores de escolas, gestores da saúde e representantes de instituições parceiras na realização do concurso, como a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc), assistiram à apresentação dos 12 trabalhos ganhadores que foram escolhidos entre os mais de 800 inscritos.

De acordo com a gerente de promoção de saúde da Semsa, Francinara Lima, a premiação tem o intuito de estimular práticas de bem-estar e saúde nos alunos para que se tornem multiplicadores dessas ações com a família e amigos.

“O objetivo do concurso é estimular a reflexão das crianças sobre hábitos de vida saudável. Tudo foi pensado de acordo com a faixa-etária dos participantes. Queremos estimular a reflexão e autonomia em meio a problemas da realidade e torná-los capazes de ter um pensamento crítico sobre o tema”, disse.

IMG_0002Na expectativa da premiação, o clima de animação ficou por conta dos Garis da Alegria, grupo teatral da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana. Gabriela da Silva Soares, 5 anos, participou pela primeira vez do concurso e com seu desenho sobre alimentação saudável conquistou o segundo lugar na categoria para ensino infantil. “Foi uma surpresa pra mim e estou muito orgulhosa dela. Soubemos do resultado na semana passada e todos os dias a ‘Gabi’ perguntava: mãe, é hoje? Estou muito feliz pela motivação”, disse a mãe Maria Cristiane Brito da Silva.

Com uma enorme faixa de parabéns, os professores do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Irmão Ciro homenagearam a pequena Maria Eduarda Melo, 6, que venceu o concurso sobre alimentação saudável na categoria educação infantil. “Eu fiquei muito feliz e ganhei um tablete. Fiz um desenho caprichado de comida saudável. Tinha verdura, legumes, frutas, salada verde. Criança feliz é criança saudável”, ensinou a menina.

Já o adolescente de 15 anos, Josué Vinicius Areb de Oliveira, fez um vídeo sobre o uso correto da faixa de pedestres, com um questionamento simples, porém de ampla abrangência a respeito das escolhas que fazemos no trânsito. “Nós tivemos pouco mais de um dia para fazer tudo e nossa motivação foram as escolhas. Os meus colegas adoraram participar da atividade porque foi didática. Nós fazemos, mas aprendemos também. Agora, vemos o trânsito com outros olhos, pois é praticando que se aprende. Foi muito bom receber esse prêmio. Na minha opinião é a prova de que com dedicação a gente vai pra frente”, disse.

IMG_0123As escolas que tiveram alunos premiados também receberam certificação pela participação e concorreram ao sorteio de prêmios. Foram elas Cmei Irmao Ciro Raimundo Martins Fonseca, Cmei Eva Gomes do Nascimento, Escolas Municipais Santo Agostinho, Sergio Augusto Para Bittencourt, Síria Mamed Amed Chagas, além das Escolas Estaduais Altair Severiano Nunes, Maria Amélia Do Espírito Santo e o Centro de Educação Integral Sergio Alfredo Pessoa de Figueiredo.

A banca examinadora foi formada por profissionais Serviço Social da Indústria (Sesi), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran/AM), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

De acordo com a chefe da Gerência de Ações Complementares e Programas Especiais de Semed, ações como esta ajudam a desenvolver hábitos corretos nos alunos e, assim, no futuro teremos adultos saudáveis.


Reportagem: Lívia Nadjanara (Semsa) e Thiago Botelho (Semed)

Fotos: Lton Santos (Semed)