24/04/15 | 18:16
Representantes da Semed participam de audiência pública em comunidade indígena

Servidores do Departamento de Planejamento (Deplan), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), participaram nesta quinta-feira, 23, de uma audiência pública convocada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio da Comissão de Educação (Comed). O encontro aconteceu na comunidade indígena Três Unidos, na entrada do Rio Cuieiras, e teve como pauta principal ouvir reivindicações dos comunitários sobre a situação das escolas situadas na calha do Rio Negro.

Além dos comunitários, estiveram presentes os vereadores que compõem a Comissão de Educação da CMM, presidida pela vereadora Therezinha Ruiz. A reunião foi uma indicação do vereador Waldemir José, que visitou três escolas da comunidade rural e entregou um relatório à Semed para que fosse tomado o conhecimento e fosse apresentado um relatório com providências que serão tomadas, a fim de sanar as pendências encontradas por ele.

De acordo com a chefe do Deplan, Maria Josepha Chaves, dentre as reivindicações apresentadas na audiência pública estavam: a contratação de professores para zona rural por meio de processo seletivo; um processo seletivo específico para língua indígena, uma vez que naquela região existem várias comunidades que mantem a cultura e se formam de forma bilíngue; atraso na merenda escola; fardamento e a parte estrutural das escolas.

Ainda de acordo com Maria Josepha, foi repassado para os presentes, a pedido da secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, que a Semed está fazendo o possível para resolver os problemas de infraestrutura o mais rápido possível.

“O recado passado pela secretária Kátia foi de que não mediremos esforços para tentar, até o final do mês de maio, resolver todas as pendências de reforma que estiverem dentro do contrato estendido pela secretaria na zona rural, ribeirinha e rodoviária”, informou.

A previsão, repassada pela Semed aos comunitários e membros da comissão de educação, é que sejam construídas dez escolas na zona ribeirinha, além da previsão de reforma e ampliação de oito escolas, todas na calha do Rio Negro.

Outras medidas que foram apresentadas pelos comunitários e que serão analisadas pela Semed foram as questões de construção de alojamento para os professores, presença de monitores nas lanchas que fazem o transporte escolar e a demora para a chegada de merenda e fardamento em algumas escolas.

“O país inteiro está passando por um momento delicado na economia e com a Prefeitura de Manaus não é diferente, com isso nós tivemos que rever alguns projetos. Estes passaram por metodologias construtivas e serão apresentados para aprovação da secretária, junto com representantes da Seminf, será elaborada uma planilha orçamentária e foi dado o prazo de até o final de junho para que no segundo semestre a gente possa iniciar a licitação dessas obras, onde os alojamentos para os professores já devem ir dentro do projeto. Com relação a merenda e fardamento, os comunitários foram bem tranquilos em entender que enfrentamos uma logística grande, difícil de se resolver da noite para o dia, e que isso acaba fazendo com que haja algum atraso em determinadas escolas”, relatou Maria Josepha Chaves.

A chefe do Deplan ressaltou a forma respeitosa como aconteceu a audiência pública e que o quadro de professores se torna difícil de ser fechado por conta de desistência dos professores ou daqueles que não conseguem aprovação no concurso público.

“O prefeito Arthur Neto está dando apoio total às comunidades, conseguindo solucionar parte destas solicitações, o trabalho feito pela professora Edilene Pinheiro, da divisão rural, também está sendo muito importante para nós. Vale ressaltar que a Prefeitura de Manaus não deixou de realizar concursos públicos, porém, infelizmente tem aqueles professores que não comparecem, que não foram aprovados e muitos que desistem de seguir a carreira. Com isso, existe também uma grande dificuldade de lotá-los fora da cidade”, concluiu.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054