04/11/11 | 12:37
Reinauguração da EMEF Professor Nilton Lins

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação, reinaugurou, nesta quinta-feira, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Nilton Lins, na comunidade Mundo Novo, zona Norte da cidade. Esta foi a 244ª escola completamente reestruturada em dois anos, incluindo reformas, trocas de prédios e inaugurações de novas unidades de ensino.

Os quase oitocentos alunos do 1º ao 5º ano dos turnos matutino e vespertino não foram prejudicados com a reforma da escola, pois foram deslocados para a Emef João Braga, localizada no Monte Sinai – Manoa, zona Norte.

A Emef Professor Nilton Lins conta com 13 salas de aulas climatizadas, diretoria, sala de professores, sala pedagógica, secretaria, biblioteca, sala de informática, refeitório, cozinha, banheiros, depósito de material e merenda, área externa coberta, sala de serviços gerais, sistema de segurança eletrônica e uma área verde.

“Faz mais de dois anos que todos esperavam esta reforma. Quando chovia tinha muita goteira, a fiação ficava solta, as salas de aula enchiam de água e agora, com essa inauguração, o colégio ficou muito melhor, agradável para  as nossas crianças e até essa cobertura desse lado de fora, que era um grande problema, ficou perfeita. Tudo ficou excelente”, afirmou Luciana Guedes, 30, mãe de Jonath Eduardo Santos Costa, 10, aluno do 3º ano do turno vespertino.

Segundo o Secretário Mauro Lippi, a entrega de mais uma escola reflete a idéia de reestruturação de toda a rede municipal. “Especificamente essa escola ficou parada há três anos esperando por uma reforma e aqui tivemos muitos problemas da parte logística para concluir essa obra, mas felizmente estamos entregando essa unidade para o município e comunidade”, comentou.

Para Mauro Lippi, as escolas municipais tem agora todo um cuidado especial, pois tinham anteriormente um ambiente que não era compatível com a comunidade escolar, colocando os alunos em risco de saúde pela precariedade que se encontravam os prédios.  “Nós temos agora a preocupação com a saúde dessas crianças. E nesse sentido temos a preocupação em atender toda a necessidade da rede em ter um ambiente escolar acima de tudo saudável em toda sua infraestrutura. Além disso, fizemos um investimento pedagógico com a aquisição de oito mil computadores para atender os estudantes da rede municipal e também 83 lousas digitais em prol dos nossos professores em sala de aula”, explicou.

O diretor da escola, José Augusto de Freitas Prazeres, ficou feliz ao ver no rosto dos pais, educadores e a comunidade em geral a alegria de olhar as dependências da nova unidade que agora está com uma estrutura muito melhor do que fora antes. “Sempre digo para a comunidade que não há um bem melhor em uma área que não seja uma escola, porque aqui nesse ambiente o aluno, todo dia, passa por um processo de educação, tem sua alimentação, carinho e esta passa a ser a sua segunda casa. A nossa escola, com essa reforma, vai proporcionar todas as condições para fazermos um bom em conjunto”, afirmou.