07/06/17 | 13:47
Rede municipal utiliza PDDE Sustentável para implantação de hortas em unidades escolares

Em alusão a Semana do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), implantará até o fim de junho o Projeto Horta Escolar  “Sabores e Saberes” em 44 unidades de ensino, envolvendo mais de 56 mil alunos, por meio dos programas Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e Escola Sustentável. A abertura da ação aconteceu, na manhã desta quarta-feira, 7/6, na Escola Municipal Francisca Pereira, bairro Parque das Nações, zona Sul de Manaus.

Os programas nas escolas têm como objetivo de construir nas escolas um espaço interdisciplinar sustentável que estimule os alunos, professores e toda a comunidade escolar a produzir e consumir alimentos saudáveis.

A coordenadora do PDDE, Arlene Rosas, explicou que a implantação das hortas nas unidades escolares tem o intuito de trabalhar a alimentação saudável com os alunos, bem como promover ações voltadas para a sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente envolvendo os estudantes e toda a comunidade escolar. “Após visitas às escolas, vimos que muitas delas (escolas) estavam com os canteiros vazios, então fizemos um projeto que contemplasse todas as escolas habilitadas, que além produzir uma alimentação saudável, ainda teriam uma fonte de aprendizagem em várias disciplinas”, informou Arlene.

Arlene destacou, ainda, que após a implantação da horta, todas as escolas receberão palestras sobre a importância da alimentação saudável e ainda será feito o festival da colheita em todas as unidades.

Para o gestor da escola, Antônio Lacerda, o projeto é uma oportunidade da escola ter um laboratório vivo e todas as verduras plantadas serão servidas na merenda dos alunos. Segundo ele, além dos vegetais, a horta também contará com plantas medicinais e frutas.. “Todos os alunos estão envolvidos no projeto com a orientação dos professores, onde cada educador vai poder trabalhar um conteúdo de acordo com a sua disciplina. A horta além fazer com que os alunos comam alimentos saudáveis, também vai servir de laboratório vivo”, afirmou o gestor.

De acordo com a chefe da Divisão Distrital Zonal Sul (DDZ Sul), Jecicleide Nascimento, 19 escolas das zonas Sul e Centro-Sul da cidade estão participando do projeto e receberam o apoio dos assessores pedagógicos da divisão. “Nós procuramos sempre estar ao lado do gestor. Quando (os diretores) receberam o recurso do PDDE foi feito um plano de aplicação com todas as orientações sobre o programa federal para que esse trabalho fosse desenvolvido da melhor forma”, disse ela.

O aluno do 9º ano, Carlos Eduardo Martins, participou da implantação da horta na escola e disse que essa será uma oportunidade de melhorar o hábito alimentar. “A nossa alimentação vai melhorar bastante e mexendo com a terra nós vamos aprender a cuidar melhor do nosso meio ambiente”, comentou Carlos.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Cleomir Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054