17/05/13 | 15:26
Projovem Urbano realiza Plano de Ação Comunitária (PLA)

O arco ocupacional da Escola Municipal Firme na Fé, localizada no bairro da Alvorada III, zona Oeste da cidade realizou nesta quinta-feira, o Plano de Ação Comunitária (PLA). O evento é uma realização do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano) que é coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O PLA compreende a construção de um mapa de desafios da comunidade, que exige o conhecimento da cidade, especialmente da realidade social (ou local) em que os jovens estão inseridos, para desenvolver ações de formação básica, de qualificação profissional e da própria participação cidadã.

Para coordenadora municipal do Projovem Urbano na Semed, Magna Collyer, a programação marca o encerramento das atividades que presta um serviço aos alunos de aprendizado que será importante para sua formação.

“O Projovem Urbano atende jovens de 18 a 29 anos com proposito de oferecer a elevação da escolaridade, uma qualificação profissional inicial e uma ação comunitária de interesse público. Os alunos inseridos na escola Firme na Fé estão participando do encerramento de um trabalho que iniciou há dez meses. Outro detalhe é que a comunidade poderá conferir os trabalhos realizados pelas pessoas inseridos no curso. Esse arco que funciona aqui é da alimentação, ou seja, todos os jovens localizados na zona Oeste estão fazendo alimentação”, contou.

O secretário de educação, Pauderney Avelino, ficou impressionado com nível de produção e explicação que os alunos apresentaram nos stands. “Fiquei impressionado, porque os alunos ousaram em suas apresentações e mostraram ensinamentos de ciência de maneira lúdica”, afirmou Pauderney.

A aluna Jessely Selma Divino, 22, participa do arco ocupacional na área de alimentação e ressalta que as aulas ajudam para um conhecimento melhor na parte nutricional.

“Vamos ter degustação das frutas saudáveis, das proteínas, saber das proteínas que nosso corpo precisa no dia a dia. É a segunda vez que eu faço o Projovem, porque na primeira vez não consegui obter os pontos necessários por problemas pessoais, mas neste ano creio que vou concluir meus estudos e futuramente fazer uma faculdade no curso de psicologia”, completou.

A estudante Thays Bentes Bindá, 18, aproveitou para cuidar de sua aparência no serviço de corte de cabelo, oferecido para comunidade. Segundo a jovem é uma oportunidade boa, mas que poderia acontecer outras vezes.

“A escola poderia fazer isso em outras oportunidades para comunidade. Não moro no bairro, é a primeira vez que venho na escola, mas já gostei por ela oferecer isso e muito mais. Tomara que aconteça outras vezes”, disse.

Programação

O Plano de Ação Comunitária do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano) teve serviços a comunidade, como corte de cabelo, aferição de pressão, palestra sobre o Procon, Índice de Massa Corporal (IMC), além da visita à stands com trabalhos preparados pelos alunos, palestra com a nutricionista, Joelma Quincó, com o tema “Dez passos para uma alimentação saudável”, apresentação de paródias e uma aula de Jump.