14/11/19 | 21:07
Projetos de professores da rede municipal são reunidos em livro

Professores da rede municipal de ensino premiados em 2015 e 2017 nas edições do prêmio ‘Professor Inovador’ agora têm a oportunidade de ver seus trabalhos exibidos em um livro. A obra, assinada pela deputada Professora Therezinha Ruiz, que preside a Comissão de Educação, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), foi lançada nesta quinta-feira, 14/11, à noite, no Palácio Rio Negro, centro de Manaus.

Representando o prefeito Arthur Virgílio Neto, a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio, esteve presente no evento e destacou o trabalho importante que os professores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizam diariamente, para tornar o ensino básico melhor, prova disso são os resultados já alcançados.

“Nós sabemos que estamos entre as dez cidades com melhor conceito no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, e isso se deve ao trabalho que o prefeito Arthur Virgílio Neto busca realizar na rede municipal de ensino, ao longo de sua gestão. Por isso, nós estamos aqui prestigiando a nossa querida deputada e também os nossos professores municipais, que prestam um serviço inovador na cidade de Manaus”, comentou Conceição.

A primeira edição do prêmio Professor Inovador foi realizada em 2015, em parceria com o Fórum de Educação do Amazonas (Feam), e contou com 41 projetos inscritos nas modalidades: educação infantil, ensino fundamental anos iniciais, ensino fundamental anos finais, educação especial, educação tecnológica, educação indígena, Educação de Jovens e Adultos (EJA), arte e educação física. Já na segunda edição, em 2017, foram inscritos 64 projetos, acrescentando a modalidade educação ambiental.

“Eu me comprometi com os vencedores do prêmio Professor Inovador, que transformaria os projetos pedagógicos deles em um livro e, hoje, estamos tendo a oportunidade de realizar esse sonho. Além disso, essa obra fará parte do currículo profissional de cada um que está nele”, disse a deputada Professora Therezinha.

Para a subsecretária de Gestão da Semed, Euzeni Araújo, esse momento reforça o quanto o município tem trabalhado e valorizado os profissionais que atuam na educação da juventude.

“Os grandes vencedores desses prêmios são os nossos alunos, pois os nossos professores são pessoas comprometidas e que estão sempre buscando novas maneiras de ensinar”, comentou.

 

Educadores  inovadores
Dos 105 projetos premiados em 2015 e 2017 nas edições do professor inovador e  inseridos no livro, dois são da coordenadora do Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), Shirley Amaral. O Circuito de Atividades Motoras, que trabalha com inclusão de pessoas com deficiência e não deficientes ao mesmo tempo e o  próprio Jaavas que é desenvolvido durante todo o ano letivo e que desde 2015 já envolveu aproximadamente 21 mil pessoas  da capital amazonense, além  de outros municípios do Amazonas com atividades desportivas adaptadas.

Segundo Shirley, ter experiências educacionais que deram certo registradas em um livro é motivo de muito orgulho.

“Para mim é um orgulho muito grande fazer parte de livro que contém inúmeros projetos na área da educação, representar a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e expor trabalhos  bonitos a várias pessoas. E isso demostra um gesto de valorização profissional e faz com que me torne parte da história da educação municipal de Manaus e me impulsiona a criar e estudar mais para atender melhor as pessoas com deficiência da nossa cidade”, destacou Shirley.
Outro educador considerado inovador pela publicação da deputada Therezinha Ruiz, é Rosivaldo Moreira, que participou da edição de 2015 do livro com o projeto ‘A história do Amazonas através das toadas de boi-bumbá’.  A ação foi executada em 2014 na Escola Municipal Ulisses Guimarães com 160 alunos da Educação de Jovens e Adultos e do 6º ano do Ensino Fundamental. Segundo o professor, o livro, além de representar um gesto de reconhecimento com educador, pode abrir possibilidades futuras.

“Ter uma obra, um projeto, um resumo publicado em livro é muito importante para minha vida profissional e acadêmica futura. E confesso que isso dá um gás a mais para profissional da educação ter esse reconhecimento a partir de um livro, a partir de uma premiação, ao mesmo tempo nos dá um incentivo para continuar trabalhando com projetos na rede”, disse.

Texto: Milena Soares/ Semcom e Emerson Santos/ Semed
Fotos: Nathalie Brasil/ Semcom e Eliton Santos/ Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054