06/11/14 | 15:56
Projeto desenvolvido com êxito em escola do município terá metodologia publicada em livro

Um projeto desenvolvido na Escola Municipal Nilza Godoy, no bairro de São Jorge, zona Oeste, tem facilitado o processo de aprendizagem dos alunos. É o “Letramento com letras na Educação Infantil: contar, cantar, brincar e encantar”, realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O trabalho foi aprovado na instituição de ensino e, por conta de seus resultados, um livro com artigos científicos será lançado sobre o assunto.

Elaborado pela assessora pedagógica da Semed, Jacy Alice Grande, e pela pesquisadora da Ufam, Raiolanda Magalhães Pereira, o projeto é realizado por meio do Programa Atividade Curricular de Extensão (Pace) da Ufam. O objetivo é expandir a metodologia para mais 12 escolas municipais em 2015.

“O projeto visa desenvolver a linguagem oral e escrita através de outros suportes de linguagem como a pintura, música, poesia, interações e brincadeiras, pautado pela proposta da secretaria. No ano que vem vamos juntar todas as informações que estamos coletando e publicaremos um livro com essa experiência”, comentou Jacy.

De acordo com a assessora pedagógica, as crianças da Educação Infantil se desenvolvem mais rápido por meio de atividades lúdicas. “Observamos que às vezes a teoria é distante da prática do professor.

Mobilizar os professores a aderirem à nova proposta foi uma vitória. As crianças estão evoluindo em cada etapa de desenvolvimento e, hoje, temos alunos de três anos que já formam sílabas”.

A turma do 1º período, regida pela professora Lurdes Mota, é um dos exemplos de que o programa tem dado certo. “O projeto veio somar com meu trabalho. Estamos superando as dificuldades que tínhamos na sala de aula e estamos promovendo essa mudança do ensino tradicional a partir de um novo modelo de ensino. As crianças aprendem melhor porque usamos métodos do universo delas. Resgatamos músicas e as colocamos em forma de texto até chegarmos ao processo de letramento”.

Mãe do aluno Yan Samuel, do maternal 3, a dona de casa Adriana Costa Silva contou que o filho teve um grande avanço na aprendizagem. “Ele começou a estudar esse ano, mas já sabe escrever o nome e já identifica as letras. O mais legal é que quando ele chega em casa, quer continuar estudando e fazendo atividades”, contou.

Texto: Luana Carvalho

Fotos: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054