06/12/11 | 14:02
Programa Mais Educação expõe trabalhos da DRE VI

Na tarde desta segunda-feira (5), o auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed) literalmente se transformou em um teatro. O local exalava cultura com as apresentações dos trabalhos do Programa Mais Educação, desenvolvidos nas escolas da Divisão Regional de Educação (DRE) VI. Foram 24 apresentações culturais que contemplaram desde danças e peças teatrais a demonstrações de artes marciais.

Antes do “show” começar, no hall de entrada do auditório a movimentação foi grande. Os artistas acertavam os últimos detalhes. Eram maquiadores para todos os lados, tudo para que as atuações fossem impecáveis.

“Estou ansioso, foram 15 dias de preparação para chegar aqui”, disse Natanael Brito, 9, aluno do 4º ano da Escola Municipal Roberto Santos Vieira, que com um lápis preto fazia uma barba para poder encenar o personagem Visconde de Sabugosa.

O Programa Mais Educação é desenvolvido nas escolas da rede municipal de ensino e oferece cultura, arte, lazer, esporte e acompanhamento pedagógico aos alunos no horário oposto aos das aulas curriculares, visando a melhoria do ambiente escolar.

Segundo a Coordenadora do Programa na DRE VI, Professora Andréa da Silva, o Mais Educação tem contribuído para a formação de jovens mais comprometidos com os estudos, e isso tem refletido nas notas.

“É nítido que os alunos que participam do Mais Educação têm tido rendimentos melhores dos que os que não participam” falou.

Já a Chefe da DRE VI, Professora Clélia Maia, afirma que o Programa também tem ajudado no combate à evasão escolar.

“No horário que eles poderiam estar na rua ou em casa eles estão dentro das escolas participando de atividades. Isso tirou a ociosidade e passou a ser um estímulo para eles”, lembrou.

A aluna Eloísa Graziele Mota, (10) do 5º da Escola Municipal Hiran Caminha, é um exemplo da eficácia do Programa Mais Educação. Ela estuda de manhã e faz capoeira e reforço de português e matemática no turno da tarde, e conta que antes das atividades ficava em casa dormindo ou assistindo televisão.

“Eu vou para aula de manhã. Saio às 11, almoço, descanso e uma hora começam as atividades que vão acabar só lá pelas 4h da tarde. Eu me divirto e aprendo coisas novas. Tenho um sonho de ser veterinária e creio que isso está me ajudando bastante”, ressaltou.