17/09/18 | 16:07
Profissionais da Educação participam de segundo módulo de formação do Programa Gestão da Alfabetização

Cerca de 170 pedagogos, assessores pedagógicos e formadores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciaram nesta segunda-feira, 17/09, o segundo módulo formativo do Programa Gestão da Alfabetização. As aulas, que serão realizadas na Universidade Paulista (Unip), no bairro Flores, zona Centro-sul de Manaus, acontecem em horário integral até quinta-feira, 20/09.

A professora doutora alfabetização/educação e pós-doutoranda em psicologia da educação e que possui pesquisas no campo da alfabetização e metalinguagem, Suely Amaral é a responsável por coordenar a formação.

Para que os profissionais consigam ter um aprendizado pleno, a formação é trabalhada em dois momentos: inicialmente é feita uma exposição dialogada, onde são trazidas questões que estão sendo colocadas em evidência científicas na área de educação e, posteriormente, os educadores falam não só das suas experiências, mas dos seus conhecimentos e saberes.

Segundo Suely, o diálogo e troca de conhecimento e experiência permite que os educadores cheguem a diversas conclusões sobre o trabalho realizado nas escolas. ”A troca de experiências permite que você veja o que todos estão fazendo que é comum, que você pense naquilo que está dando certo para a maioria e que eu posso usar como referência para o meu trabalho. Permite também que eu construa explicações para aquelas ações”.

O assessor da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) Francinaldo Mendes, que está participando da formação, acredita que esse tipo de encontro serve justamente para aprimorar o profissional que trabalha com crianças até o 3º ano, auxiliando para que elas possam sair alfabetizadas, tornando-se, posteriormente, multiplicadores do conhecimento adquirido.

“Quando nós trazemos o assessor pedagógico, o pedagogo para essas formações, nossa intenção é que eles virem multiplicadores. Nós temos nossas metas de alfabetização e estamos investindo em qualificação para os professores da rede. Nosso foco aqui é beneficiar o aluno, por meio da aprendizagem do pedagogo e do professor”.

Para a gestora em exercício da Escola Municipal Júlia Barjona, Janeide Lavor, que atende cerca de 210 alunos do 3º ano e que já havia trabalhado com uma metodologia de ensino parecida, esses diagnósticos frequentes realizados pelo Programa Gestão da Alfabetização ajudam a ter uma ideia maior do nível de cada aluno e das turmas em geral.

“No diagnóstico inicial vamos identificando e nivelando os níveis. Em cima disso, você faz uma segunda sondagem, que vai nos dar a visão geral dessa turma e vou direcionar atividades de acordo com o nível dessas crianças. Isso deve ser sistemático, contínuo e permanente, então diariamente realizamos atividades nesse sentido”.

Programa de Alfabetização

O Programa de Alfabetização da Semed trabalha para atingir a meta número 5 do Plano Municipal de Educação, que determina a alfabetização de todas as crianças até o final do 3º ano do Ensino Fundamental até 2024.

Para isso, serão realizadas três avaliações, sendo uma no início do ano letivo, outra na metade e a última no final do ano, que vão diagnosticar o nível de desenvolvimento do aluno.

De acordo com as metas apresentadas pela secretaria, a ideia é chegar em 2021 com 100% dos alunos da rede alfabetizados e para alcançar esses resultados, serão utilizadas ferramentas como a Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA).

O Programa de Alfabetização conta com recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), sendo uma das ações do componente 2 das diretrizes do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem).

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054