17/09/18 | 12:42
Profissionais da alimentação da DDZ Rural participam do 1º Concurso Gastronômico Manipuladora Master Chef

Itens do cardápio nutricional da merenda escolar foram apresentados por 38 manipuladoras das unidades de ensino da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, no 1º Concurso Gastronômico Manipuladora Master Chef da divisão, nesta segunda-feira, 17/9. A ação faz parte dos resultados da Pesquisa de Clima Organizacional, realizada em abril, pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que pretende identificar fatores que influenciam positivamente o ambiente de trabalho, tornando a rotina diária mais produtiva e satisfatória para o servidor.

Na oportunidade, as manipuladoras que trabalham nas escolas da Zona Rodoviária e Ribeirinha apresentaram um cardápio variado servido aos alunos, tais como sorvete de açaí, farofa de charque com milharina, estrogonofe de frango, filé de dourada, bolinho de arroz com recheio de peixe, caldo pichorra (macaxeira e frango), entre outras iguarias.

O objetivo do concurso foi incentivar a criatividade, valorizar o trabalho das manipuladoras e diversificar o cardápio da alimentação escolar. As categorias abrangeram pratos salgados e doces, sendo nutritivo, criativo, prático, original, boa aparência e fácil de servir às crianças, utilizando gêneros alimentícios da alimentação escolar.

A chefe de DDZ Rural, Edilene Pinheiro, destacou a importância do concurso, não somente para divisão, mas para toda Semed, levando em consideração a Pesquisa de Clima Organizacional. Ela disse que o foco principal é motivar ainda mais as profissionais que trabalham na manipulação dos alimentos dos alunos nas escolas.

“Montamos algumas ações, entre elas o concurso, porque pensamos também nas manipuladoras. São elas que preparam o alimento das crianças, elas estão no dia a dia recebendo os alunos no momento da alimentação. Elas se doam muito, trabalham e se dedicam para fazer uma merenda de qualidade”, explicou.

Um dos jurados do concurso, o nutricionista Helder Juber Ehm Maia, da equipe da merenda escolar da Subsecretaria de Infraestrutura e Logística (Infralog) da Semed, destacou a importância do evento para as manipuladoras, mas principalmente por possibilitar a diversidade do cardápio.

“É importante esse evento, porque vai incentivar as merendeiras sobre o que é feito com a merenda escolar. Além disso, todos os produtos que utilizaram fazem parte da merenda escolar. Isso vai incentivá-las dentro das escolas, mas também outras divisões sobre essa temática”, disse.

Cardápio

A manipuladora Dilcilene Gomes Cordeiro, da Escola Municipal Solange Nascimento, localizada na BR 174, Km 02, Zona Rodoviária, apresentou o prato “Caldo verde a moda estudante”. Ela explicou sobre sua receita e a importância do concurso para as profissionais da manipulação.

“Pensei em uma receita com ingredientes nutritivos para os alunos. É um caldo muito rápido de fazer e também gostoso de comer”, comentou.

Com o prato “Farofa com milharina” a manipuladora Raldelice Pinto de Souza, da Escola Municipal Manoel Chagas, na Comunidade Bom Sucesso, no Rio Amazonas, Zona Ribeirinha, mostrou um pouco do seu cardápio servido aos alunos da unidade de ensino.

“Os alunos adoram, os professores que visitam sempre pedem esse prato. Para fazer, corto o charque, faço refogado com alho e cebola portuguesa, depois o cuscuz e misturo com charque e as verduras. Acho muito interessante esse evento, porque é de muito proveito para se aprender, além do cardápio de outras escolas”, finalizou.

Serão classificados os cinco melhores cardápios para a 2ª etapa do 1º Concurso Gastronômico Manipuladora Master Chef da DDZ Rural, que será realizado no dia 19 de outubro, na Escola Municipal Maria Leide, localizada na comunidade São João, BR 174, Km 04, Zona Rodoviária.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054