06/10/15 | 13:30
Professores e alunos da Creche Municipal Magdalena Arce Daou apresentam Circuito de Educação Física Inclusiva

IMG_0194Professores da Creche Municipal Magdalena Arce Daou, localizada no bairro Santa Luzia, zona Sul, que participaram do curso Portas Abertas para Inclusão 2015, apresentaram, nesta terça-feira, 6, o Circuito de Educação Física Inclusiva feito para atender alunos com e sem limitações.

O curso é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Instituto Rodrigo Mendes, a Fundação Barcelona e o Unicef. O Projeto Portas Abertas para Inclusão – Educação Física tem o objetivo de contribuir para a construção de um legado social da Copa do Mundo de 2014 e garante melhores condições de acesso, permanência e aprendizado das crianças com deficiência nas escolas regulares de mais de 10 cidades brasileiras, incluindo Manaus.

IMG_0060Com carga horária de 100h, o curso foi oferecido aos professores de Atendimento Educacional Especializada (AEE), professores de Educação Física, professores, pedagogos e gestores, com direito a certificação para os cursistas que obtivessem 75% de frequência e notas nas atividades teóricas. Em Manaus, 23 educadores foram qualificados.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, esteve na creche e ressaltou que a formação trazida pela parceria com o instituto serviu para capacitar mais o professor que já trabalhava a questão da inclusão nas escolas da rede municipal.

“Não é apenas colocar essas crianças na sala de aula, é preciso estar preparado para acolhê-las e desenvolver as habilidades a partir de suas necessidades. Nossos professores já faziam isso intuitivamente e com essa parceria vem se capacitando cada vez mais, tanto no ponto de vista teórico quanto aos exercícios voltados a essas crianças”, relatou.

IMG_0127O Instituto Rodrigo Mendes atua em 15 capitais do Brasil, em Manaus, a formação oferecida pela parceria está presente em 15 escolas municipais. De acordo com o diretor executivo do Instituto, Rodrigo Hübner Mendes, a escola que valoriza a diversidade oferece um espaço melhor de desenvolvimento.

“Essa parceria é imprescindível para que a rede de Manaus avance nas suas práticas, garantindo o direito de participação de toda pessoa e entendo que essa proposta de educação inclusiva acaba sendo um benefício para todo o processo de educação e construção de autonomia de qualquer criança. A gente percebe o quanto a escola que valoriza a diversidade humana oferece espaço de desenvolvimento muito mais interessante, mais coerente com o mundo contemporâneo e é assim que estamos percebendo as cidades do Brasil, estão mudando sua forma de pensar e garantindo que todos atinjam o seu melhor”, informou.

A gestora da creche, Luciene de Paula, informou que a unidade atende 270 crianças e que 21 delas tem alguma necessidade especial. Ela ressaltou a qualificação do trabalho dos professores com a formação e falou sobre o circuito apresentado pelos professores.

“Já vínhamos fazendo esse trabalho e em 2015 o projeto nos deu uma dimensão de botar no papel o que já fazíamos na pratica. O circuito apresentado hoje possui oito estações onde as crianças podem desenvolver as atividades de acordo com o grau de dificuldade, respeitando as limitações e incluindo aquelas que não possuem necessidade”, relatou.

TEXTO: João Pedro Figueiredo
FOTOS: Lton Santos

Assessoria de Comunicação
Secretaria Municipal de Educação (Semed)
(92) 3632-2054