10/10/14 | 16:32
Professores do EJA participam de oficina em libras

Os professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, estão participando de uma oficina de libras para aprimoramento da língua portuguesa dos alunos.  A formação iniciou na noite desta quinta-feira (9) e encerrará nesta sexta-feira (10).  A unidade atende 65 alunos surdos no período noturno.

De acordo com a formadora Kelly Isabelle de Oliveira Silva, a oficina é voltada para a escrita e compreensão da disciplina de língua portuguesa. “O surdo naturalmente apresenta dificuldade na língua portuguesa, porque o fato de não ouvir implica no desenvolvimento da compreensão do português. Então vamos ensinar algumas técnicas e aprimoramento do trabalho pedagógico, com uso de muitas imagens, para que os professores trabalhem novas metodologias com os alunos que apresentam dificuldades”.

Até o final do ano, mais quatro oficinas serão promovidas na unidade. Para a professora Ana Gláucia Beltrão, além de conhecer novas técnicas, as formações motivam os professores. “Eu acho muito importante participarmos dessas capacitações. Isso acrescenta mais conteúdo e nos ajuda a esclarecer algumas dúvidas. Além disso, o professor sente um gás a mais para executar o que é ensinado nas oficinas”.

As capacitações são ministradas pelos assessores pedagógicos do Complexo Municipal de Educação Especial (CME) André Vidal de Araújo. O gestor da unidade, Helivan Pinheiro, comentou sobre as oficinas. “Primeiro foi feito um diagnóstico sobre as necessidades dos professores. Os assessores pedagógicos notaram essa necessidade de formação em libras e fizeram um calendário onde nós estamos sendo contemplados. Isso muito nos alegra porque o professor precisa estar aprimorando os conhecimentos com dinâmicas, atividades e novas metodologias”.

Texto: Luana Carvalho

Fotos: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054