09/04/15 | 13:04
Professores do 5º ano iniciam formação continuada

Com o intuito de aprimorar as práticas pedagógicas desenvolvidas em sala de aula com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, que em 2015 farão a Prova Brasil, a Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) deu início, na manhã desta quinta-feira, 9, a uma formação continuada para os professores que lecionam neste segmento.

Oferecer formação continuada é uma obrigação das secretarias de educação no Brasil, como determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB 9394/96). No âmbito da Secretaria Municipal de Educação (Semed), este instrumento de auxílio ao docente acontecerá em mais oito oportunidades até o final deste ano.

De acordo com a gerente de educação continuada, Rosa Eulália Vital, todos os professores de 5º ano das mais de 500 unidades de ensino da Semed passarão pelas formações. O objetivo, segundo ela, é oportunizar ao profissional um melhor embasamento prático e teórico de como executar o dia a dia em sala de aula.

“Hoje, as lacunas de conteúdos que nós encontramos durante a formação nas universidades aparecem no chão da escola. E quando não é oportunizado aos professores essa revisitação de conceitos fundamentados nas teorias pedagógicas, há uma fragilidade do professor no contexto da sala de aula. Então, a formação traz um grau de importância porque ela ressignifica e também cria um dinamismo dentro da prática pedagógica diária do profissional”, observou.

“Hoje nós não podemos, numa rede como a nossa que é a terceira maior do país, deixar o nosso professor sem o contexto das vivências e experiências pedagógicas. A formação continuada ressignifica o seu conhecimento”, concluiu.

Matemática

Em uma das salas da DDPM, professores de escolas da zona centro-sul da cidade tiveram formação com a mestre em ensino de matemática professora Erilucia Silva. Ela abordou o tema: operações, demonstrando como utilizar ferramentas lúdicas ou eletrônicas para qualificar a aula.
Professora de 30 alunos na Escola Municipal Mário Lago, Michele Cavalcante, acredita que as formações continuadas são instrumentos de auxílio e inovação da prática de sala de aula.

“Eu gostou muito das formações. Ao meu ver, as formações me trazem um pensar diferente, um agir diferente e sempre eu venho em busca de inovação para a aplicar na sala de aula”, afirmou lembrando uma ação exitosa aplicada com os alunos no ano passado.

“Ano passado eu fiz uma formação de sólidos geométricos e nós fizemos os sólidos geométricos com palito de dente e massinha na escola. Foi muito prazeroso e ficou perfeita a metodologia com os alunos. Nós trabalhamos a pirâmide, o pentágono e o cubo. Eles aprendem com facilidade”, finalizou.

TEXTO: THIAGO BOTELHO
FOTOS: CLEOMIR SANTOS

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054