20/10/16 | 16:31
Professores discutem o retorno das disciplinas de História e Geografia na grade curricular municipal

Com objetivo de promover uma discussão sobre o ensino da História e Geografia do Amazonas na perspectiva da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Grupo de Estudo e Pesquisa em História do Amazonas (GEPHAM), realizou o Primeiro Encontro de Professores de História e Geografia do Município. O evento contou com aproximadamente 250 educadores das duas disciplinas e foi realizado, nesta quinta-feira, 20, no auditório Luiz Geraldo Pontes Teixeira da Semed.

A Secretaria, por meio da Portaria nº 0187/2016, criou o Grupo de Estudo e Pesquisa em História do Amazonas (GEPHAM), para assessorar os professores da rede sobre as temáticas. O grupo é composto por servidores da instituição e do Conselho Municipal de Educação (CME), tendo o Comitê Social do Conselho Estratégico do Município como consultor técnico.

A coordenadora do grupo Gepham, Lídia Helena Oliveira, explica que já foi elaborado o documento que justifica o retorno das disciplinas de história e geografia do Amazonas, contendo uma reflexão sobre as disciplinas, histórico da preocupação com conteúdo na rede municipal de ensino, aporte jurídico e a proposta do grupo com a alteração da carga horária. Segundo ela, o encontro com os educadores serve para discutir e fazer um chamamento sobre19-10-16- Avalia__o de Desempenho do Estudante de 2016. foto Lton Santos (3) as propostas das disciplinas retiradas da grade curricular em 2009.

“Como temos toda essa discussão em nível nacional sobre a base nacional comum curricular, nós organizamos esse encontro. Convidamos os professores a participar desse grupo, assim como, os professores de geografia. Apresentamos um documento que está justificando, através de toda uma reflexão, sobre a importância da história e geografia do Amazonas. Vamos encaminhar esse documento ao Conselho Municipal de Educação e Câmara Municipal de Manaus para que haja um retorno das disciplinas”, disse.

Volta das disciplinas

Há mais de 20 anos na rede municipal de ensino, lotada nas Escolas Municipais Vicente de Paula e Padre Puga, ambas no Japiim, zona Centro-Sul, a professora de geografia, Maria do Perpétuo Socorro da Rocha Brelaz, acredita ser fundamental o retorno das duas disciplinas para os alunos da rede municipal.

“O povo que não conhece sua realidade dificilmente vai ter o sentimento de pertencimento. Quanto mais a pessoa conhece, mas vontade vai ter de preservar, cuidar e zelar. Nós temos uma percepção dentro da geografia de ser uma disciplina maior, mas fica muito restrita ao Brasil e do mundo. Quando vamos trabalhar o conteúdo fim da regional, já estamos no quarto bimestre”, salientou a educadora.

O professor de história, Jonas Araújo, da Escola Municipal Arthur Engrácio da Silva, no Nova Floresta, zona Leste, foi um dos participantes do evento. Integrante do grupo de história, o educador disse que a educação é a construção de uma identidade, por isso, apoia o retorno das disciplinas, em especial de história do Amazonas.

“A história e geografia do Amazonas trabalham para fazer com que as crianças possam se afirmar enquanto sujeitos sociais, históricos e geográficos de sua localidade. Hoje, com advento do mundo globalizado, boa parte dos adolescentes se identificam com uma cultura global, que vem dos Estados Unidos e Europa. Quando se fala da história geral do Amazonas, vamos falar da história local, das populações tradicionais, dos desafios que tem a região amazônica, que muitos dos adultos que vivem aqui não conhecem, imagine as crianças”, contextualizou.

A programação contou ainda com o debate de perguntas respostas entre os educadores, apresentação da proposta do grupo quanto a grade curricular, chamada da assinatura do documento para retorno das disciplinas, chamada para composição do grupo de história, palestra com tema “O ensino de geografia segundo a BNCC”, com a professora Edilza Laray, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e “O ensino de história segundo a BNCC”, com a professora Elisangela Maciel, do Centro Universitário do Norte (Uninorte), entre outros assuntos temáticos sobre as disciplinas.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054