15/05/17 | 14:31
Professores de escolas municipais da zona Norte participam de Encontro de Língua Portuguesa

Encontro de professores Lingua portuguesa EM. Saba Raposo. Fotos Cleomir Santos (2)Transformar a visão tradicional do ensino literário em novas práticas foi um dos temas discutido no Segundo Encontro de Língua Portuguesa para professores de escolas municipais da zona Norte de Manaus, que trabalham com alunos de 6º ao 9º ano. O encontro, realizado nesta segunda-feira, 15/5, aconteceu no auditório da Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo, bairro Monte das Oliveiras, zona Norte.

Promovido pela Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, o encontro 60 professores, 20 na parte da manhã e 40 a tarde, das 17 unidades municipais localizadas naquela zona, buscou debater com os profissionais novas formas de trabalhar a leitura e a literatura nas escolas, considerando a importância do fortalecimento de uma cultura de leitura e no que isso implica no desenvolvimento do aluno.

Durante o encontro os professores participaram de uma mesa redonda com a doutora em Sociedade e Cultura no Amazonas, Cássia Maria Nascimento, professora da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e com o mestre em Antropologia do Direito, Paulo Queiroz, que também é escritor, poeta, cronista, compositor e educador.

Encontro de professores Lingua portuguesa EM. Saba Raposo. Fotos Cleomir Santos (10)As discussões giraram em torno das experiências vividas pelos palestrantes e como o professor pode introduzir a pratica da leitura de uma forma prazerosa na vida do aluno. “A literatura precisa estar na sala de aula, não somente pelo livro didático. As escolas possuem bibliotecas com bons livros literários e precisam ser utilizados, os alunos precisam ler esses livros juntos com os professores, o estudante adquirindo o hábito da leitura vai se tornando um cidadão critico”, comentou Cássia.

Para o escritor, Paulo Queiroz, o encontro é uma forma de conversar com os professores e mostrar algumas formas de agregar o aluno ao mundo literário. “O aluno precisa estar inserido no universo literário, é necessário que a leitura se torne uma rotina e ele tenha vontade de ler e, consequentemente, comece a escrever” disse Queiroz.

A professora, Dannielle Melo Nunes, da Escola Municipal Dulcenides dos Santos Dias, no bairro Terra Nova, gostou do encontro e afirmou já trabalhar a literatura de várias formas com os seus alunos. “Eu levo para os meus alunos os vários tipos de gêneros textuais que façam parte do mundo deles, como crônicas, receitas e textos de jornais. É importante utilizar todo tipo de leitura e com esse encontro eu percebi que estou indo no caminho certo”, concluiu.


Texto:
Érica Marinho
Fotos:
Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054