24/04/15 | 10:50
Professores de 5º ano das DDZs Leste 1 e 2 iniciam formação continuada

Professores de 5º ano do Ensino Fundamental das escolas das Divisões Distritais Zonais (DDZs) Leste 1 e Leste 2 realizaram, nesta quinta-feira, 23, o primeiro encontro para a formação continuada voltada para professores deste segmento. Ao todo, serão realizados nove encontros para cada DDZ, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM). A Secretaria Municipal de Educação (Semed) conta com 333 escolas que possuem o de 5º ano, sendo 249 unidades na zona urbana e 84 na zona rural. 

A formação continuada para os professores de 5º ano deste ano está voltada para os conteúdos que constarão na Prova Brasil, porém o professor não deve se prender apenas a isso, segundo a coordenadora pedagógica das formações de 1° ao 5° ano da DDPM, Rita Esther de Luna. Ela destacou também que é importante que o educador obtenha o máximo de conhecimento para aplicar em sala de aula com o aluno.

“Estas formações focam todo o estudo que envolve a Prova Brasil, com um eixo bem definido nas áreas de aprendizagem como língua portuguesa, matemática, história, geografia e artes, pois os professores que trabalham com o 5º ano são oriundos da licenciatura em Pedagogia. Então, não têm conhecimento específico na área e para trabalhar com essas crianças é necessário que esse professor tenha um conhecimento mais amplo”, informou.

Luna explicou, ainda, que o conhecimento aprendido durante a formação permitirá ao professor trabalhar o aluno para uma formação interna em nível de Semed, como também para uma avaliação externa, a exemplo da Prova Brasil. “O foco maior, além da Prova Brasil, é que o professor adquira conhecimento para trabalhar a aprendizagem do aluno, para que ele aprenda ao final do 5º ano e possa fazer um bom 6º ano”, informou.

Para a professora Ana Núbia, da Escola Municipal Arte e Cultura, localizada no bairro Coroado 2, zona Leste de Manaus, a formação continuada é importante e serve para reciclar o conhecimento dos professores.

“Essas formações nos dão um direcionamento pedagógico para serem aplicados em sala de aula. Elas não são repetitivas, trazem inovações e nos ajudam a atualizar nosso conhecimento. Nós, que estamos em sala de aula, sentimos a necessidade de ter conhecimento sobre a matriz de referência da Prova Brasil. E uma formação como esta contribui para sabermos o que aplicar aos alunos sem fugir do conteúdo que estará presente na avaliação externa”, contou.

Dentro dos nove encontros que acontecem no decorrer do ano letivo, os professores de 5º anos terão três formações para a disciplina de língua portuguesa, três de matemática, e um de história, geografia e artes. Essa relação com várias disciplinas é importante para agregar conhecimento, como destacou o professor da Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, localizada na Colônia Antônio Aleixo, Raimundo Costa de Moraes.

“Não há dúvida que essa formação é importante, assim como outras que acontecem aqui na DDPM. Sou professor de história durante à tarde, mas pela manhã sou professor de 1º ao 5º ano. Então, trabalhar outras disciplinas durante a formação é muito importante para agregar ao nosso conhecimento, que já é bastante significativo e, assim, podemos aplicá-lo em sala de aula para nossos alunos”, informou.

As DDZs Norte e Centro-Sul participaram do primeiro encontro no dia 9. As DDZs Sul e Oeste participarão da mesma formação no dia 30 próximo, no DDPM. Ainda de acordo com a coordenadora Rita Esther, está sendo elaborado um calendário especial para atender os professores de 5º ano que atuam na zona rural, rodoviária e ribeirinha.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054