24/11/15 | 12:53
Professores da rede municipal iniciam curso de especialização da Ufam

foto - 1 (5)Aproximadamente 400 professores das redes municipal e estadual de ensino estão participando do curso de especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, promovido em parceria entre as secretarias Municipal de Educação (Semed) e de Estado da Educação (Seduc) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), responsável por ministrar o curso.

A aula inaugural aconteceu na manhã desta terça-feira, 24, no auditório da Semed, zona Centro-Sul, quando os professores tiveram o primeiro contato com a ferramenta virtual “Moodle”, que irão utilizar durante o curso, para ter acesso ter acesso aos exercícios e conteúdos adicionais de todos os cinco módulos que compõe a grade.

O curso foi formatado com o intuito de despertar e preparar o professor para atuar como ajudador no desenvolvimento social do aluno, estimulando-os a perseverar nos estudos e mostrando os diversos caminhos que podem levá-lo a um futuro promissor.

foto - 1 (2)“Queremos desenvolver fundamentalmente a compreensão do que é a pobreza e qual é o papel da educação para ajudar as pessoas a saírem disso. Vamos mostrar que a questão financeira pode ser um problema hoje, mas que através do esforço, da educação é possível superar esse status e avançar para outro”, explica a coordenadora da pós-graduação, professora doutora Rosa Mendonça de Brito. “O processo educativo pode ajudar muito, principalmente no sentido de valorar as pessoas, no sentido de dizer que elas são capazes, são inteligentes”, avalia.

Realidade escolar

Profissional da educação há 12 anos, a professora Danielle Seffair, que hoje atua como assessora de gestão na Semed, acredita que o curso de extensão dará subsídios para que o professor entenda melhor muitas das questões sociais que são realidade dentro das unidades públicas de ensino em Manaus.

“O curso tem uma temática diferenciada. Fala sobre pobreza e desigualdade social, que é uma coisa que vemos muito na prática e que ainda há muita dificuldade em lidar com isso”, observa.

foto - 1 (1)Tutores

Durante o curso haverá uma aula presencial em cada um dos cinco módulos. A partir daí, os pós-graduandos farão pesquisas e responderão exercícios na plataforma Moodle. Esse processo será acompanhado por tutores, responsáveis por auxiliar no aprendizado dos conteúdos, tirar dúvidas e avaliar os trabalhos.

Formador da gerência de tecnologia educacional da Semed, Eliano Júnior será tutor de uma sala com 25 alunos. Ele explica que a utilização da Moodle facilitará o processo de aprendizagem dos professores.

“O papel do tutor é mediar o conhecimento junto aos alunos, orientando, organizando o material e possibilitando a eles um conhecimento direcionado sobre o material a ser explorado dentro da especialização. A grande vantagem da ferramenta Moodle são as possibilidades que ela oferece, como vídeos, textos e áudios. Então, dentro dessa plataforma, o cursista terá uma gama de ferramentas para adquirir conhecimento. Todas as correções e postagens do material que o aluno utilizará e produzirá, será inserido e avaliado no ambiente virtual”, explica.

Texto: Thiago Botelho
Fotos: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054