05/06/18 | 15:03
Professores da Escola Sérgio Pessoa Figueiredo participam de curso de empreendedorismo pelo Sebrae

Dezenove professores da Escola Municipal Sérgio Pessoa Figueiredo,  localizada no bairro Presidente Vargas,  participam  até a próxima sexta feira , 8/6, de um  curso de empreendedorismo voltado à área educacional. O curso faz parte de uma parceria firmada entre a unidade de ensino e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae-AM), e tem a finalidade de disseminar o empreendedorismo no ambiente escolar.

O curso trabalhará a metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (Jepp), que visa fomentar o comportamento empreendedor entre os educadores que, posteriormente, disseminarão o conhecimento absorvido em sala de aula, com alunos de 1º a 9º ano do Ensino Fundamental.  Além disso, o Jepp incentiva os alunos a buscarem o autoconhecimento, novas aprendizagens, além do espírito de coletividade. A ideia é de que a educação deve atuar como transformadora desse sujeito e o incentivar à quebra de paradigmas e ao desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores.

Durante o curso serão explicadas técnicas de empreendedorismo voltadas à área da educação, por meio de dinâmicas, jogos adaptados, bem como dos eixos da metodologia: comportamento, empreendedorismo e plano de negócio.  A instrutora do Sebrae-AM e responsável pela capacitação, Simone Meira Lima, salientou que a metodologia permite que o educador faça um  trabalho dinâmico e produtivo com alunos. “Essa  metodologia é muita rica em dinâmicas, em jogos vivenciais, que possibilitam um aprendizado lúdico e com brincadeiras. O seu objetivo é fomentar e disseminar a proposta empreendedora para que alunos saiam de zona de conforto, possam vislumbrar oportunidades empreendedoras e possam usar o que chamamos de protagonismo juvenil”, disse.

Segundo a gestora da escola, Regeane Ramos Chaves, o curso faz parte de uma série de ações que foram pensadas e motivadas a partir da necessidade observada após conversas com a comunidade escolar. “Conversando com alunos nas assembleias, notamos a necessidade de trabalhar o empreendedorismo de forma lúdica, envolvendo as crianças e os pais, porque a escola fica localizada em área que o comércio é muito forte e, também, porque a  maioria dos pais de nossos alunos são comerciantes, por isso fizemos essa parceria  com Sebrae e estamos inserindo esse assunto (empreendedorismo)  de forma transversal, envolvendo todas as disciplinas”, explicou.

Para a professora responsável por assuntos voltados à educação financeira e empreendedorismo educacional na Escola Sergio Pessoa, Sângely Lima Leão, a expectativa é enriquecer o conhecimento que tem sobre o assunto e, a partir disso, melhorar o trabalho de empreendedorismo que é abordado na unidade. “A minha expectativa é aumentar o conhecimento sobre o assunto e enriquecer o trabalho que vem sendo feito pela  escola na área do empreendedorismo em atividades internas  e com o  projeto ” É Bicho”, que é uma readaptação da obra de Romero Brito”, finalizou.

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação