18/11/14 | 19:38
Professores comemoram 30 dias de nova gestão escolar

Professores e demais servidores da Escola Municipal Ministro Mário Andreazza, na Compensa 2, zona Oeste, uniram-se para mudar uma situação de desestímulo. Em 30 dias, a escola passou por vários mutirões com a participação de servidores e pais. A unidade ganhou pintura nova e está organizada. Os professores estão empenhados em ensinar e ver seus alunos mostrando resultados. A transformação veio com gestão, uma área que tem ganhado atenção especial da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Fernanda Meireles de Miranda estava atuando em outra escola quando recebeu o convite para assumir a gestão da unidade. Ao aceitar o convite, Fernanda assumiu compromisso um consigo mesma: transformar a escola já no primeiro mês após assumir o cargo, informou a chefe da Divisão Distrital Zonal Oeste (DDZ 2), Regina Ortiz.

“A escola era um ambiente triste. Ela assumiu o compromisso de transformar e nos chamar para ver essas mudanças quando completasse um mês. Escutamos os professores dizerem que eram respeitados. A escola possuía uma média de oito pedidos de remoção por ano e cada vez mais recebíamos reclamações de professores que diziam sofrer assédio moral e de pais que relatavam serem mal recebidos pela direção da escola. Fizemos relatórios e intervimos na escola. A nova gestora assumiu e prometeu, em um mês, mudar a realidade da escola. Agora isso mudou. A escola é outra, a comunidade escolar está mais participativa, os pais estão envolvidos e estiveram em vários mutirões de limpeza. O local está mais limpo, organizado e os professores mais alegres”, descreveu Regina.

A gestora, Fernanda Meireles, relatou que não havia união na escola. “Nosso foco é a mudança. Queremos que a nossa escola seja referência. Temos uma visão de humildade e humanidade. Os professores estão à vontade e por isso estamos focados na educação. Em garantir educação de qualidade”, disse.

O secretário da Semed, Humberto Michiles, que fez uma visita À escola, nesta terça-feira, 18,  destacou que a secretaria tem desenvolvido ações que valorizam a meritocracia. Afirmou, ainda, que teve uma grata surpresa na unidade escolar e que os depoimentos das professoras servem como estímulo ao trabalho desenvolvido na secretaria. “Foi emocionante e estimulante. Algo gratificante mesmo. Vale a pena você ver o resultado do trabalho e da seriedade da equipe. O que queremos é valorizar o mérito, acreditar no potencial dos nossos educadores e mostrar que é possível sim oferecer uma educação de qualidade na escola pública”.

Rosilene Pereira Simas tinha um sonho de ser professora. Ela prestou concurso público em abril deste ano. Aprovada, Rosilene foi lotada como professora da Escola Municipal Mário Andreazza em agosto. “Quando assumi o cargo veio um balde de água fria. Mas, quando veio à intervenção, passei a ver que estou uma escola de qualidade. Temos uma equipe participativa. Nós, educadores, temos muito a dar aos nossos alunos. Só tenho a agradecer por esse choque de gestão”, relatou.

 

Texto: Cleidimar Pedroso e Gisa Prazeres

Fotos: Rodemarques Abreu

 

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188