12/06/15 | 14:29
Preservação do sauim de coleira é tema de atividades para estudantes da rede municipal

Para contribuir com a preservação do sauim de coleira, que está na lista de animais em risco de extinção e pode ser encontrado em Manaus, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), começou uma série de ações que fazem parte do “Expo Sauim”, realizado pelas Ocas do Conhecimento Ambiental.

Durante toda esta semana, foram realizadas várias atividades na Oca da Zona Norte, localizada no bairro Nova Cidade, onde cerca de 200 estudantes de escolas do entorno puderam conhecer a exposição itinerante sobre o Sauim de Coleira.

De acordo com a coordenadora das Ocas do Conhecimento Ambiental, Gina Gama, a ideia da exposição é levar para a comunidade escolar, principalmente as das zonas periféricas de Manaus, o conhecimento sobre o perigo da extinção do animal. Segundo ela, a ação será realizada em todas as Ocas da cidade.

“É uma exposição idealizada pela Semmas em parceria com o Instituto Chico Mendes e o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovavéis), para chamarmos a atenção dos nossos alunos sobre a probabilidade de extinção deste primata. Por isso, queremos sensibilizar as comunidades das zonas periféricas onde o Sauim pode ser encontrado, para que a população não mate e maltrate, mas que deixe o animal viver no ecossistema”, orientou.

A programação da Expo Sauim continua de 17 a 19 deste mês na Oca do Conhecimento Ambiental da Zona Leste. Em seguida, seguirá para a Oca do Puraquequara nos dias 24, 25 e 26 de junho. A exposição também será montada no Centro de Instruções de Guerra na Selva (Cigs) com data ainda a ser definida.

 Aprendendo

A sede da Oca do Conhecimento Ambiental da Zona Norte foi ornamentada com fotos e cartazes de sauins de coleira. Os estudantes participaram durante três dias de atividades voltadas para a temática do meio ambiente e sobre o primata.

O aluno José Elinaldo, 14, disse que sempre via “macacos” nas árvores próximas a sua casa e ao participar da exposição, descobriu que o animal se tratava de um sauim de coleira. Ele afirmou que a partir de agora se tornará guardião do animal.

“Perto da minha casa eu vejo, de vez enquanto, os macaquinhos, mas não sabia o nome. Eles sempre estão com o filhote nas costas. Tentei pegar um, mas eles saíram correndo. Quando eu participei da exposição, descobri que era um sauim de coleira. Aprendi que ele está perto de sumir e que deve ser protegido”, afirmou. “Eu aprendi que não pode levar o sauim para casa porque ele vive na natureza. Ele fica com a mãe, pai e irmãos”, acrescentou a aluna Sofia Pereira, de 6 anos.

 

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: LTON SANTOS

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054