11/08/20 | 16:58
Prefeitura realiza atividades em alusão ao ‘Dia D da Leitura’

Encontros virtuais e premiações integraram as ações da Prefeitura de Manaus por conta “Dia D da Leitura”, nesta terça-feira, 11/8. Todos os anos a data é celebrada nas unidades da rede de ensino e na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a participação de alunos e servidores. Este ano, devido ao isolamento social por causa da Covid-19, a comemoração foi totalmente virtual.

Segundo a subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Araújo, a prefeitura, imbuída da sua missão de ter uma educação de qualidade e contribuir com a formação integral dos estudantes, desenvolve várias ações voltadas para a formação de leitores, desde a primeira infância.

“O prefeito Arthur Virgílio Neto, com toda sua sensibilidade, lançou em 2016 uma lei municipal que dispõe sobre a criação do Dia da Motivação da Leitura. E hoje, Dia do Estudante, todos os professores e as escolas estão envolvidos nesse processo. Mesmo com a pandemia, nós não paramos e continuamos a desenvolver essas ações, que nos motivam muito a continuar investindo no processo de leitura”, enfatizou.

A mobilização foi criada no dia 22 de setembro de 2016 conforme a Lei Municipal nº 2.168, que dispõe sobre a criação do Dia da Motivação da Leitura nas escolas da cidade de Manaus. A ação é um incentivo à leitura e promoção do livro, intitulada “Ler é legal a qualquer hora”. Promovido pelos programas “Viajando na Leitura” e “Apoio a Biblioteca Escolar”.

“O incentivo à leitura é algo praticado diariamente na rede municipal de ensino. Temos vários projetos e parcerias que ajudam os nossos professores a inserirem o hábito da leitura na rotina dos estudantes de forma simples e bastante criativa. E o Dia D da Leitura faz parte das ações da Semed, para que cada vez mais alunos se tornem leitores apaixonados”, disse a diretora do Departamento Geral dos Distritos (DEGD) da Semed, Selma Trindade.

A escola municipal Professora Antônia Pereira da Silva, no Santa Etelvina, zona Norte de Manaus, organizou uma carreata para distribuir 400 kits de leitura com gibis e livros, todos doados pela comunidade. “A leitura além dos muros da escola” é o tema da ação, que percorreu ruas próximas da unidade.

“Nosso maior objetivo é integrar comunidade e escola no processo de desenvolvimento das habilidades leitoras, despertar o gosto, prazer e interesse pela leitura. Com isso resolvemos fazer essa ação de distribuição de gibis, nesse período de pandemia e isolamento social para as crianças da nossa escola”, explicou a gestora da unidade, Cristiane Rodrigues.

Já a Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul da Semed organizou um encontro virtual pelo Google Meet, com a participação de professores, alunos e também da escritora e mestre em Literatura pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Pollyanna Furtado. “Essa mobilização de leitura é um encontro de todos os estudantes, que conta com a participação de alunos e professores. É um momento de troca de experiências, por meio da leitura, que mesmo com a pandemia não poderíamos deixar de lado, e tudo acontecerá de forma virtual. Todas as crianças e até mesmo os pais participam falando o que foi trabalhando em casa, que vai de parlendas, adivinhas e leituras clássicas”, comentou a assessora do Programa de Apoio à Biblioteca Escolar da DDZ Sul, Irisneia Cardoso Lopes.

A escola municipal Jornalista Sabá Raposo, no bairro Manoa, zona Norte da cidade, realizou duas comemorações, o Dia do Estudante e o da Leitura com premiação aos alunos que mais acessaram em julho a plataforma “Árvore de Livro”. “Mesmo a distância, nós tentamos manter todas as ações desenvolvidas na escola e assim vamos comemorar as duas datas com os três turnos. Isso é uma forma de manter o processo de ensino aprendizagem dos nossos alunos”, explicou a gestora da unidade, Silvia Barros.

— — —

Texto – Érica Marinho/Semed

Fotos – Eliton Santos/Arquivo Semed e Divulgação/ DDZ

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação