03/03/20 | 17:24
Prefeitura encerra avaliação dos professores de creches

Prefeitura de Manaus encerrou nesta terça-feira, 3/3, a devolutiva da análise da práxis do professor de creche, que é uma ação de prática ao docente. O procedimento iniciou na última sexta-feira, 28/2. A ação contou com a participação de 15 creches, com total de 269 professores. O encerramento ocorreu na creche municipal Virgínia Marília Mello de Araújo, bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste. Mas o processo foi realizado em polos em todas as zonas de Manaus.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Gerência de Creches, a análise acontece duas vezes ao ano. Em 2019, foi realizada a avaliação dos professores no preenchimento das questões, sendo depois encaminhada à gerência de creches da Semed, que posteriormente socializa a análise com gerentes pedagógicos, coordenadores de educação infantil, gestor e pedagogos.

O objetivo é proporcionar aos educadores um momento de escuta quanto à aplicação da análise do professor de creche de 2019, seu processo e aplicação, dando vez e voz à devolutiva do instrumento. E assim projetar um grande contexto quanto às observações sinalizadas à prática cotidiana do educador de creche.

A gerente de Creches da Semed, Wissilene Brandão, disse que o processo é utilizado desde 2013 pela gerência para avaliar não apenas o professor, mas todos que estão envolvidos no processo da educação infantil.

“O objetivo do instrumento é apresentar as práticas de creches, mas conforme as respostas que são sinalizadas, não é possível ver somente o professor, mas o trabalho da diretora, da pedagoga e da Divisão Distrital. Não é um trabalho que se olha e avalia o professor, partindo das práticas docentes se consegue ver a creche e todos os agentes, inclusive a gerência de creches”, concluiu.

Para a diretora, Claudia Renata de Souza Fernandes, da creche municipal Neide Tomaz Avelino, bairro Jorge Teixeira – IV Etapa, a análise só vem para acrescentar no trabalho pedagógico com as crianças como um todo.

“Isso nos ajuda a gerenciar todo trabalho pedagógico. É uma forma de termos também como conversar com o professor. E um momento que a gente reúne com ele, conversa sobre as necessidades, aquilo que a gente precisa melhorar, mas também é uma forma de valorizar o trabalho que o professor já desenvolve dentro da escola”, comentou.

A professora Neila Moreira da Silva, da creche municipal Virgínia Marília Melo de Araújo, também falou de forma positiva sobre a ação.

“Acredito que essa análise veio para favorecer tanto os gestores quanto os pedagogos e todos os profissionais da educação infantil. Nós vamos nos autoavaliar, conforme a visão dos pedagogos, diretores e todo o corpo docente. Com isso, vamos aprender um pouco mais. Com essa análise, a gente começa a perceber o valor e percebe que está fazendo algo correto e significativo para o desenvolvimento integral na vida das crianças”, disse.

Texto – Paulo Rogério / Semed
Fotos – Cleomir Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054