22/11/22 | 10:45
Prefeitura em parceria com Corpo de Bombeiros capacita turma de brigadistas de incêndio para as escolas da Semed

A Prefeitura de Manaus, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CB-AM), realizou, nesta segunda-feira, 21/11, a fase prática da formação dos brigadistas de incêndio das unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A capacitação tem a finalidade de proporcionar um ambiente mais seguro a todos os outros profissionais e alunos das escolas. A formação ocorreu no Comando Geral dos Bombeiros, localizado no bairro Petrópolis, zona Sul.

A capacitação é coordenada pela Escola de Gestão e Aperfeiçoamento do Servidor Público do Estado do Amazonas (Esasp) e ocorreu em duas fases, sendo a primeira ministrada de modo on-line no decorrer do mês de novembro. Ao todo, 36 servidores da Semed participaram da segunda fase, correspondente à prática, que consistiu nos ensinamentos de primeiros socorros, atendimento socorrista em sinistros (evacuação de espaços) e em caso de incêndios.

De acordo com a coordenadora de Treinamento da Semed, Ray Câmara, a formação atende à Lei 2.751, que obriga todas as escolas da rede pública municipal e da rede privada de Manaus a ministrar, periodicamente, treinamento adequado de evacuação em caso de incêndio, desastres naturais e estruturais, aos seus funcionários, professores e alunos, por intermédio de simulações.

“Isso é importante para a prevenção de qualquer tipo de sinistro na escola. A Brigada de Incêndio que estamos capacitando responde à Lei Municipal 2.671/2021, que obriga toda escola ter uma Brigada de Incêndio. Atualmente, temos cerca de 500 escolas, então a nossa intenção é capacitar um servidor por escola”, declarou.

Entre os servidores envolvidos está Danilo Lemos, lotado na escola municipal Terezinha Costa Coelho, localizada no bairro Tarumã, zona Oeste. O participante achou positivo todo o curso de formação.

“Essa formação está sendo bem interessante e o ideal seria que todos os professores também pudessem fazer, porque às vezes temos situações no dia a dia das escolas que necessitam de mais atenção e cuidados. Ter uma orientação e saber o que fazer nesses momentos faz muita diferença. Acredito que esse curso vai somar mais na hora de a gente agir quando ocorrer esses acidentes”, disse.

— — —

Texto – Andrew Ericles / Semed

Fotos – Divulgação / CB-AM