27/03/15 | 7:41
Prefeitura e Sesi estudam cooperação técnica para creches

A Prefeitura de Manaus, por meio do Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE) e o Serviço Social da Indústria (Sesi) estudam a viabilidade de firmarem um convênio de cooperação técnica na área de creches. Administrador de uma creche que recebe mais de 2 mil crianças, o Sesi enviou representantes para uma visita técnica, nesta quinta-feira,26, à Creche Municipal Ana Lopes Pereira, na Compensa, zona Oeste, que foram acompanhados por membros do conselho. Anteriormente, a visita foi realizada na creche do Sesi, na zona Leste.

As visitas, de acordo com a presidente da Comissão Social do CMGE, Etelvina Garcia, foram sugeridas pelo conselheiro Moysés Israel, que também é membro da Comissão Social. “A creche do Sesi tem uma estrutura modelo e o nosso conselheiro Moysés colocou-a a disposição da prefeitura para que trocássemos experiências, informações e, futuramente, cheguemos a um termo de cooperação”, afirmou Etelvina Garcia.

A ideia foi reforçada pela Diretora técnica do Sesi, Rosana Vasconcelos, que afirmou já vislumbrar eventos que envolvam os profissionais da educação da unidade da instituição e da unidade municipal. “A nossa intenção é realizarmos alguns fóruns de aproximação de gestores e o grupo pedagógico, para que possamos trocar informações, trabalhos, conteúdos, experiências e projetos”, disse.

Passeio

Além dos representantes do Sesi, participaram da visita à Creche Municipal Ana Lopes Pereira os membros do CMGE Etelvina Braga, Moyses Israel, Dom Luiz Soares Vieira e Jeferson Praia, acompanhados pela secretária da Semed, Kátia Schweickardt. Eles conhecerem todas as dependências das creches e tiveram contato com as crianças.

“O que nós vimos aqui acima de tudo é uma equipe ultradedicada e vocacionada para o que faz. O que notamos é que a estrutura tem todos os recursos pedagógicos recomendados e muito bem aplicados pelos profissionais”, observou Etelvina Garcia.

A secretária da Semed falou sobre importância da educação na primeira infância e lembrou que a creche não é um deposito de crianças e sim um lugar aprendizado. “É importante entender que a educação começa em casa e logo na primeiríssima infância. Quanto mais cedo nós conseguirmos trazer as crianças para o convívio escolar, melhor. Além de uma questão de segurança e a possibilidade que os pais trabalhem, é realmente a fase onde se formam sinapses mentais, onde se formam o caráter, onde se começar a trabalhar com a criança a sociabilização, tudo isso em um ambiente com profissionais qualificados”, disse.

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: RODEMARQUES ABREU

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054