21/05/19 | 9:06
Prefeitura de Manaus oferece capacitação a agentes de saúde 

Agentes do Programa Municipal de Saúde Escolar participaram nesta segunda-feira, 20/5, do primeiro dia da capacitação com profissionais de oftalmologia, odontologia e fonoaudiologia. O treinamento, promovido pela Prefeitura de Manaus, é coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Municipal de Administração Planejamento e Gestão (Semad), em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).

A capacitação segue até 3/6, com carga horária de 30 horas, e aulas das 14h às 17h, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), da Semed, no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

Segundo a agente de Recursos Humanos da Espi na Semed, Ray Câmara, a ideia da capacitação é desenvolver nos profissionais, habilidades na prevenção de doenças na área da saúde auditiva, bucal e visual.

“A capacitação tem intenção de capacitar esses servidores para que eles possam ter um melhor desempenho nas nossas escolas e atuem preventivamente para sanar doenças auditivas, bucais e visuais nas escolas que atuam”, afirmou Rai Câmara.

O secretário municipal de Administração, Planejamento e Gestão, Lucas Bandiera, informou que a ação faz parte de um trabalho preventivo da Prefeitura de Manaus.

“Sabe-se que além do aprendizado básico, é também atribuição das escolas promover informações sobre hábitos de higiene, abuso de drogas, entre outros temas relevantes para o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes. E a Espi/Semad, como escola do servidor público da Prefeitura de Manaus, tem o papel de capacitar esses servidores municipais que atuam como agente de saúde escolar”, destacou.

O curso será dividido em quatro módulos: saúde auditiva, bucal, ocular e noções de primeiros socorros. No primeiro dia foram destacados pontos como anatomia e fisiologia dos ouvidos, como acontece os estímulos da audição, entre outros pontos.

A fonoaudióloga Jéssica Carvalho falou também sobre alguns costumes, que realizados a longo prazo, prejudicam a audição. “É preciso tomar cuidado com o uso excessivo de fones de ouvido, pois isso pode causar um sério dano à saúde auditiva”, explicou.

Até o fim da capacitação os agentes vão aprender, por exemplo, a aplicar flúor, fazer o teste de acuidade visual, baseado na tabela Snellen.

Para Maria de Lourdes de Souza, agente de saúde do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Elza Damasceno da Silva, os cursos são fundamentais para o pleno exercício dos agentes de saúde das unidades de ensino do município.

“Tenho certeza que a capacitação será muito importante, porque todo dia nos deparamos com inúmeras situações, que muitas vezes vão além do nosso conhecimento, nas áreas que serão trabalhadas nesse curso. Então quero aprender o máximo possível”, comentou.

— — —

Texto – Emerson Santos / Semed
Fotos– Cleomir Santos / Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054