31/05/22 | 15:43
Prefeitura compartilha experiências exitosas do programa ‘Educação e Família’

A Prefeitura de Manaus compartilhou as experiências exitosas do programa “Educação e Família”, nesta terça-feira, 31/5, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizado no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, com a participação de gestores, assessores e outros representantes do projeto.

O Programa Educação e Família é uma iniciativa da Secretaria de Educação Básica (SEB), do Ministério da Educação (MEC), que tem como finalidade fomentar e qualificar a participação da família na vida escolar do estudante e na construção de seu projeto de vida.

Foram selecionadas 20 escolas da rede municipal de ensino para participar em 2021 e ser contempladas com o recurso federal de todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs). O resultado desse exercício foi tão positivo que para 2022, 148 escolas foram disponibilizadas como elegíveis para participar.

“Nós temos o incentivo do prefeito David Almeida e da secretária Dulce Almeida em todas essas ações, para que as escolas realmente possam desenvolver o que há de melhor. Por meio das formações, de encontros, da produção de materiais pedagógicos, que possam realmente fazer a diferença para os nossos alunos e proporcionar assim um melhor aprendizado deles dentro das nossas escolas”, informa o diretor do Departamento de Gestão Educacional (Dege), Evaldo Bezerra, sobre mais uma das ações da prefeitura voltada à melhoria dos indicadores de qualidade da educação municipal e a expectativa em torno dela.

O projeto conta com recurso federal, que é monitorado pela Divisão de Apoio à Gestão Educacional (Dage). Conforme a chefe do órgão, Hulda Soares, a ideia do projeto é trazer a família para dentro da escola. “Por meio dessa aproximação a gente busca orientar os alunos em relação a sua vida profissional futura e engajar a família, o professor e o aluno nessa perspectiva de crescimento profissional”, salienta.

Habilidade

Um dos estudantes que participou do projeto foi João Victor Rodrigues, do 9º ano da escola municipal Nossa Senhora das Graças, que conseguiu desenvolver uma habilidade que planeja levar para o resto da vida.

“Hoje em dia eu consigo desenhar sem precisar olhar a imagem, tudo isso graças a esse programa, que levou uma instrutora na escola. Eu vou tentar melhorar mais para poder fazer muito mais desenhos. Fazer um curso melhor de arte para poder melhorar”, conclui.

— — —

Texto – Alexandre Abreu / Semed

Foto – Cleomir Santos / Semed