25/09/14 | 16:21
Prefeitura apresenta projetos educacionais na 5ª Feira Norte do Estudante

A Prefeitura de Manaus está participando da 5ª edição da Feira Norte do Estudante com exposição de projetos educacionais desenvolvidos nas escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O evento teve início na manhã desta quinta-feira, 25, e segue até 27 de setembro, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, na Avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul.

Duas turmas do 8º e 9º ano da Escola Municipal Dalvina Silva de Oliveira, localizada no bairro Tarumã, zona Oeste, visitaram a feira nesta manhã. O estudante Victor Henrique dos Santos, 15, contou que gostou do ambiente e pretende escolher uma profissão para seguir ainda este ano. “É a primeira vez que participo e achei muito interessante, eles apresentam novas ideias para estudar”, comentou.
Já Jeymison Wesley Mendes, 16, aproveitou para aprender um pouco mais da língua inglesa na mesa pedagógica do projeto Enflish For Kids da Semed, um formato de curso livre ministrado no contraturno dos alunos do Ensino Fundamental.
“Estou fazendo uma leitura sobre o corpo humano, porém, as palavras são em inglês. Temos que montar as palavras para elas serem reproduzidas na tela. Na minha escola nós temos uma mesa dessa e eu acho muito bom porque podemos interagir com a tecnologia”, ressaltou o aluno.

Projetos

Ao visitar o stand da Prefeitura de Manaus, os visitantes tem a oportunidade de conhecer projetos executados com êxito dentro das escolas, como o de Educação Fiscal, Viajando na Leitura, Ampliando Horizontes, Programa Um Computador por Aluno (Prouca), Lego Educacional, English For Kids, e os recursos digitais utilizados nas salas de aula (tablets e notebooks).

Além de conhecer os trabalhos, os participantes também podem interagir e compartilhar experiências com os professores e coordenadores da Semed. A coordenadora do English For Kids, Kátia Florência, falou sobre a aceitação do projeto.
“Estamos participando pela segunda vez da feira e é sempre um sucesso. É uma oportunidade muito legal para as crianças adquirirem outros idiomas. Nós ouvimos muitos comentários positivos dos participantes e muitos querem saber como fazer para participar, sejam adolescentes ou universitários”, contou.

Outro projeto apresentado pela Semed, chamado Lego Educacional, também chama atenção dos estudantes. O objetivo é contribuir para o aprimoramento do trabalho pedagógico desenvolvido nas escolas, conforme explicou a coordenadora do projeto, Stela Hubner.
“Nós trabalhamos com o Lego Educacional desde 2006 e atualmente temos 120 escolas que executam o projeto. Além de integrar os alunos, eles começam a ter noções de tecnologia desenvolvendo habilidades necessárias para o convívio com os colegas”.

As construções feitas pelos alunos impressionam os visitantes. Eles montam cortadores de grama, carros de bombeiros, carrosséis, planetários  e até sismógrafo com as peças do legos.
“Cada montagem leva o aluno a um desafio, ele vai ter que superar e encontrar uma solução, temos um exemplo de uma escola que o desafio era fazer a limpeza das unidades, e os alunos e professores foram além e criaram uma máquina que nenhuma revista traz uma solução, é um protótipo de mecanismo pra fazer limpeza das escolas”, complementou Stela.

Texto: Luana Carvalho

Fotos: Lton Santos