23/10/15 | 15:59
Portal interativo torna aulas mais atrativas para alunos da Escola Izabel Angarita

Telecentro na Esc. Mul. Izabel Angarita - Fotos Rodemarques abreu (461)Os alunos da Escola Municipal Izabel Angarita, no bairro Japiim 2, Zona Sul, ganharam um incentivo a mais para estudar, nesta semana. Agora, todos os alunos da escola têm acesso ao portal Khan Academy, uma ferramenta que auxilia o trabalho dos professores com atividades interativas direto da internet. A atividade faz parte da implantação do projeto-piloto ‘Aprendizagem em Movimento’, que visa incentivar a melhoria da escrita e leitura de mais de 29 mil alunos dos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, em 2016.

O Khan Academy é um site criado em 2006, pelo educador americano Salman Khan, com o foco principal no aprendizado da matemática. O portal possui videoaulas e mais de 300 mil exercícios gratuitos, que podem ser acessados a qualquer hora do dia. Por meio dele, é oferecido um ensino personalizado, com o reconhecimento das habilidades dos alunos e do que ainda precisam melhorar. O professor tem acesso imediato ao desempenho dos estudantes, podendo trabalhar em cima das dificuldades de cada um.

Telecentro na Esc. Mul. Izabel Angarita - Fotos Rodemarques abreu (467)De acordo com o professor Manoel Marinho, que utiliza o Khan Academy com os alunos do 5º ano, a ferramenta é importante para desenvolver o conhecimento dos estudantes que foi implantada pelo coordenador do Telecentro da escola, James Souza. Segundo ele, aliar o conteúdo pedagógico com as novas tecnologias ajuda o desenvolvimento cognitivo e é uma forma dos alunos aprenderem brincando. “O portal facilita a aprendizagem, pois é uma ferramenta informatizada e fica mais acessível o trabalho deles. Com a ferramenta eles usam mais a mente e o cálculo mental, no caso da matemática, que estamos trabalhando agora”, destacou o professor.

A escola atende 295 alunos, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, e acolheu o projeto “de braços abertos”, como destacou o gestor da unidade de ensino, Jovam Melo. Ele ressaltou que, além dos alunos, os professores se mostraram motivados para usar o meio de ensino e que, a princípio, o trabalho é voltado para os alunos dos 5° e 9° anos, mas que a intenção é ampliar a abrangência no próximo ano.

Telecentro na Esc. Mul. Izabel Angarita - Fotos Rodemarques abreu (492)“É um bom trabalho da Semed com as escolas. O nosso professor do Telecentro chegou superempolgado e buscamos agilizar a formação dos outros professores para poderem trabalhar esse recurso com os alunos. A princípio, os alunos dos 5º e 9º anos têm prioridade por conta da preparação para a Prova Brasil”, explicou.

Apesar do contato recente com o portal, o aluno Vitor Rafael Benevides Ribeiro, 10, contou que já acha melhor do que outras atividades fora da sala de aula. Conforme disse, aprender as disciplinas, por meio de jogos, deixa as aulas mais atrativas e interessantes. “É muito legal, ensina coisa novas que não tinha aprendido. É como um jogo, cada ponto vai liberando um avatar novo. No portal, tem matemática, ciências, história, geografia e química”, contou o aluno.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054