16/10/14 | 16:39
Pedagogos da Semed participam de formação da metodologia do Instituto Ayrton Senna

A segunda formação de orientação sobre a metodologia do Instituto Ayrton Senna aos 173 pedagogos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciou nesta quinta-feira, 16, e vai até esta sexta-feira, 17, em tempo integral. O encontro com os educadores acontece na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da Secretaria. A previsão é que a implantação na rede de ensino ocorra em 2015

Além dos pedagogos, participam os assessores pedagógicos das Divisões Distritais Zonais (DDZs) e a equipe técnica da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed. A ação faz parte do Programa de Expansão e Melhoramento Educativo (Proemem), que visa a construção de novas escolas da rede municipal com investimento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além do aprimoramento pedagógico dos professores.

De acordo com a coordenadora municipal do Instituto Ayrton Senna na Semed, Neuza Viana, a formação tem a meta de preparar os educadores para o teste de proficiência em língua portuguesa, que servira para avaliar o nível de escolaridade dos alunos do 3º, 4º e 5º ano de 173 escolas municipais da rede.

“Na verdade, esse momento tem um objetivo específico, na preparação dos pedagogos das escolas na aplicação do teste diagnóstico. Esse teste vai determinar qual é o projeto que o aluno será encaminhado, ou seja, nas séries iniciais, além dos alunos do 6º ano. Os técnicos do instituto estão em Manaus, socializando esse material, verificando o nível de aceitação, explicando a proficiência que cada aluno dever ter, a fim de que ele seja direcionado corretamente aos programas do instituto.”, completou.

Como proposta pedagógica para o município, o Instituto Ayrton Senna desenvolve três programas. O “Se liga”, que atende alunos alfabetizados e os que apresentam distorção idade/série, “Acelera”, com estudantes alfabetizados, mas que estão com distorção em idade/série (3º, 4º e 5º anos) e “Fórmula da vitória”, com estudantes do 6º ano, com dificuldade de defasagem de alfabetização.

A gerente de projetos do Instituto Ayrton Senna, Rita Paulon, explicou como está sendo feito o trabalho de preparação dos pedagogos, que segundo ela, terão à disposição no futuro, novos recursos para a melhoria da aprendizagem dos alunos em sala de aula.

“Nós estamos aprofundando as questões voltadas à compreensão dos níveis de alfabetização da criança, onde nessa etapa vamos informar sobre o teste diagnóstico para todos os pedagogos. Eles vão voltar as suas escolas e preparar seus professores para aplicar o teste com os alunos da rede. Esse teste é importante, porque vai fazer um levantamento dos alunos que não estão alfabetizados e outros com defasagem para depois encaminhá-los para um dos programas do instituto”, explicou.

Participando pela segunda vez da formação, a pedagoga Jaqueline Pereira, da Escola Municipal Graziela Ribeiro, bairro Crespo, zona Centro-Sul, diz que conheceu um pouco da metodologia do instituto e já tem uma base de como vai fazer o teste de proficiência na escola.

“Esse projeto vai ser muito bem-vindo e, para gente da escola, deu para entender sobre o que vai ser implantado, mas já temos algumas ideias. Vamos fazer o teste diagnóstico como foi orientado na formação, no final de outubro. Depois vamos sentar com a direção da escola e avaliar como será essa organização para ano que vem”, salientou.

O teste diagnóstico em língua portuguesa deve ser aplicado no final de outubro, nas 173 da Semed, que serão atendidas inicialmente pelo Instituto Ayrton Senna.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054