08/12/16 | 13:17
Parceria com Fundação Lemann pretende ampliar utilização do Khan Academy nas aulas de Matemática da rede municipal de ensino

Umas das grandes dificuldades dos alunos é a compreensão da disciplina de Matemática. Pensando nisso, a Secretaria  Municipal  de Educação (Semed) pretende ampliar a utilização da plataforma Khan Academy de quatro para 100 escolas de Ensino Fundamental. O intuito é melhorar o desempenho e a aprendizagem dos estudantes da rede municipal de ensino.

A plataforma Khan Academy é um site que oferece vídeoaulas e mais de 300 mil exercícios, em que o professor tem a possibilidade de inovar e proporcionar uma aula atrativa, e o aluno tem a sua disposição uma série de conteúdos interativos de matemática, totalmente gratuitos.

A estratégia  de ensino, que hoje já acontece de forma experimental na rede municipal, é fruto de uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Fundação Lemann, instituição sem fins lucrativos de São Paulo, que leva a Khan Academy a escolas públicas, formando professores para utilizarem a plataforma em seu dia a dia com seus alunos.

O escopo do projeto educacional foi apresentando, na tarde desta quarta feira, 7, em uma reunião realizada com a secretária Municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt,  equipe técnica da secretaria, formada por assessores pedagógicos, professores de matemática, chefes da área de Tecnologia da Informação da Semed e com representantes da Fundação Lemann.

Para a secretária da Semed, a plataforma que utiliza uma série de recursos, modelos de aulas e até aplicativos para celular vai ajudar a tirar o “estigma” negativo que muitos alunos têm da matemática. “É uma parceria que interessa muito para o processo de qualificação, para a aprendizagem, porque nos ajuda a trabalhar uma disciplina que tem um certo estigma e, também, nos interessa porque vem somar muito com as estratégias de melhoria do ensino da matemática da rede municipal de educação”, disse Kátia.08-12 - Parceria Semed Funda__o Lemann - Fotos Lton Santos (5)

A coordenadora de projetos da Fundação Lemann, Fernanda Patriota Ribeiro, salientou que a expectativa  da instituição é disponibilizar o atendimento da plataforma a mais de 100 escolas já ano que vem, dependendo dos resultados e do retorno das escolas escolhidas neste primeiro momento. “A ideia é começarmos a implementar a plataforma em março e, dependendo dos resultados, vamos  estender a quantidade de escolas”, afirmou.

A Fundação Lemann ficará responsável de acompanhar as escolas na utilização da plataforma, propor formações continuadas aos professores de matemáticas, reuniões mensais com assessores pedagógicos para avaliar a aplicabilidade da ferramenta.

A última fase para implementação da plataforma nas escolas é um teste de internet para avaliar se o sinal  é suficiente para o uso do recurso digital. A ideia é que os alunos utilizem a plataforma nos espaços e recursos tecnológicos que há nas escolas selecionadas,  ou seja, Telecentros, bibliotecas e tablets do Programa Um Computador por Aluno (Prouca).

Texto: Emeson Felipe

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054