18/11/14 | 19:24
Oca do Conhecimento do Puraquequara encerra as atividades do ano com oficina de sabão reciclado

Alunos e moradores da Comunidade Bela Vista, no bairro Puraquequara, zona Leste, tiveram a oportunidade de aprender como fazer sabão a partir do óleo de cozinha usado. A oficina aconteceu, nesta terça-feira, 18, e foi idealizada pela Oca do Conhecimento Ambiental, projeto administrado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que teve como parceiro professores e alunos do curso de Química da Uninorte.

De acordo com a coordenadora das Ocas do Conhecimento Ambiental, professora Gina Gama, esta foi a última atividade do ano na Oca do Puraquequara, que foi inaugurada recentemente. Ela destacou a importância do trabalho com a comunidade voltado para o meio ambiente.

“A Oca é um espaço não formal da Semed que tem como papel trazer a comunidade para assumir uma postura diferente em relação ao meio ambiente, uma postura mais sustentável. Hoje, nós estamos com os alunos do curso de Química da Uninorte que estão ministrando a oficina, temos também alunos das nossas escolas e idosos do projeto da Petrobras, todos em parceria. É muito significante para nós estar junto com a comunidade levando esse cuidado com o meio ambiente, de mudança de postura, para que todos aprendam a cuidar melhor da nossa cidade”, informou.

Professora responsável por ministrar o curso, Amanda Shirleia, informou que o projeto é aberto para o público em geral e que as pessoas podem aprender a fazer o sabão de maneira rápida e ainda economizar dinheiro.

“A Oficina de Sabão Reciclado faz parte de um projeto maior do curso de Química e que agora estamos conseguindo levar para comunidades distantes. Ela tem como objetivo fazer um meio ambiente melhor, pois usamos materiais que iam para o lixo. Nós pegamos o óleo de cozinha usado, aquele que ia para o ralo da pia, soda cáustica, embalagens de materiais recicláveis e mexemos tudo com palitos ou espetos. Em torno de 15 minutos, a pessoa já fez seu próprio sabão e, diante de pesquisa que fizemos, a pessoa pode ter uma economia em casa de até R$ 25”, relatou.

Pensando na economia e na oportunidade de gerar uma renda extra, foi que a dona de casa Valdenice Rodrigues de Souza, que mora da comunidade Bela Vista, se inscreveu no curso.

“Não sabia como se fazia sabão, quando anunciaram eu me interessei para saber como era o processo e para ter a oportunidade de ter uma fonte de renda extra. E vai ser muito bom se vier mais cursos para essa área , pois apendemos coisas diferentes e ganhamos nosso dinheiro para ajudar em casa”, disse.

Aula prática

O professor de Ciências da Escola Municipal Francisco Nunes da Silva, Aldo Matos, informou que aproveitou a oficina como aula prática para os alunos do 9º ano, que estão estudando sobre mistura de substâncias.

“É essa parceria da escola com as Ocas que nós queremos, essa interação. Nossos alunos estão no 4º bimestre e estão recebendo aula de mistura de substância homogênea e heterogênea e esse projeto sobre reciclar o óleo para fazer sabão veio como aula prática para nossos alunos, que valorizaram bem esse trabalho”, informou.

A oficina serviu também para os alunos do projeto de Cinema da Escola, que vão fazer um documentário, como informou o professor Iranilton Vasconcelos.

“Os alunos participam da oficina no contraturno da aula regular. Como hoje estão em sala de aula, eu vou gravar e depois eles participarão do projeto de edição e finalização para ser exibido para toda escola”, contou.

Ao todo, 55 pessoas participaram da Oficina na sede da Oca Puraquequara.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1158