17/04/12 | 17:34
Novos Tempos na Educação.

O Secretário Municipal de Educação, Mauro Lippi entregou na última segunda-feira (16), mais dois novos Telecentros à comunidade escolar e desta vez as beneficiadas foram as escolas João D´Vries e São Sebastião.

A Escola Municipal João D´Vries, localizada no bairro Colônia Antônio Aleixo, atende aos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. Mais de 422 alunos, distribuídos nos turnos matutino e vespertino, serão contemplados com o novo espaço digital entregue pela Semed à escola.

Além dos projetos Agenda Ambiental, Mais Educação, Matemática Viva, Alfabetizando na Hora Certa, Natação, ECAE, a escola também desenvolverá o projeto Telecentro que tem como objetivo oferecer aos alunos e comunitários internet de graça sem que os mesmos se desloquem aos grandes centros para realizar seus trabalhos escolares. Quem garante é o Secretário Municipal de Educação, Dr. Mauro Lippi.

“Vocês estão presenciando um momento único na educação dos alunos da cidade de Manaus. Esses espaços representam uma grande oportunidade na vida de vocês. Antes para fazer os trabalhos pedagógicos vocês gastavam dinheiro nas famosas lan houses, um perigo iminente, e ninguém acompanham os alunos nesses locais. Agora com a implantação do Telecentro os seus filhos farão os trabalhos num lugar bastante seguro sob a guarda dos professores e direção da escola. Estamos entregando escolas de qualidade à população e vocês precisam aproveitar o máximo este momento. Seus pais também poderão utilizar a internet e aprender com vocês sem pagar nada. Segundo algumas pesquisas ainda têm muitas pessoas consideradas “analfabetos digitais”, e nós queremos minimizar esta situação”, comentou Mauro Lippi.

Segundo a gestora, Grinaura Medeiros o projeto oferecerá novas oportunidades aos alunos.

“Penso que este projeto é uma grande oportunidade para os alunos e professores. Agora eles não precisarão mais gastar dinheiro tendo que se deslocar do bairro para outras comunidades mais próximas que dispunham do serviço como as lan houses, mas agora eles terão todas as condições necessárias para se fazer um bom trabalho e aprenderão a manusear o computador”, comentou a gestora.

Continuando a entrega dos Telecentros a outra beneficiada foi a Escola Municipal São Sebastião, que está localizada no bairro Puraquequara, zona Leste de Manaus. Os alunos e comunitários receberam da Semed a 54ª unidade totalmente equipada com o que há de mais moderno. Cada espaço digital é equipado com uma impressora e 11 computadores novos ligados à internet.

De acordo com a gestora, Iêda Fernandes a educação em nossa cidade está passando por um processo revolucionário. “Estamos vivendo novos tempos na educação e graças às pessoas que se sensibilizaram pela causa como é o caso do Secretário Mauro Lippi e seus assessores por acreditar que só transformamos o mundo por meio da educação”, enfatizou a gestora.

Morando em Manaus há mais de 10 anos, a professora Rolângela Borges acredita que o projeto tem tudo para dar certo. “Os alunos dos três turnos serão contemplados com o projeto audacioso que a secretaria está implantando e esperamos bons resultados daqui pra frente. Vale ressaltar que muitos deles não têm computador em casa e aqui eles terão a liberdade de manusear esta ferramenta tecnológica. Para mim é um avanço muito importante em especial na alfabetização das crianças que já começarão a interagir com o computador desde cedo. Nossa escola tem uma boa estrutura e um grupo de professores bastante empenhados”, afirmou a professora.

Os horários de atendimento do Telecentro ainda estão sendo organizados pela direção da escola e a previsão que até o final do mês as crianças e os comunitários poderão usufruir deste benefício. “O Telecentro só veio para somar na educação dos alunos, proporcionando a inclusão social e digital por meio destas atividades. Aqui não temos lan houses, e o Telecentro, sem sombra de dúvidas, será um dos lugares onde os alunos poderão estudar e pesquisar conteúdos variados”, afirma Iêda.

As alunas do 4º ano B, Franciane Medeiros, 9, e Graziela Galvão, 8, estão satisfeitas e curiosas com o projeto. “Com a internet nós vamos aprender mais e conhecer o mundo por meio da internet”, comentou Franciane. “Vamos ler bastante, conhecer tudo sobre informática, leitura, informações do mundo e conhecer outras pessoas através do computador”, afirmou Graziela.