14/04/15 | 11:18
Novos alunos do Projovem Urbano participam de reunião para repasse de informações sobre o programa em 2015

Até o dia 23 de abril, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) vai começar o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano) na rede municipal de ensino. Na noite desta segunda-feira, 13, a coordenação do programa realizou reunião com os novos alunos para repassar informações relacionadas ao período letivo de 2015, sobre as três dimensões do programa, benefícios e eixos pedagógicos, dentre outras orientações. A reunião aconteceu no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), no Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus.

O Projovem Urbano é um programa do Ministério da Educação (MEC) que acontece em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a finalidade de elevar a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos que não tenham concluído o Ensino Fundamental, mas que saibam ler e escrever.

Neste ano, o programa será desenvolvido nas escolas municipais Firme na Fé, no Alvorada 3; Leonor Uchôa de Amorim, no São José 1; Graziela Ribeiro, no Crespo; Eliana Lúcia Monteiro da Silva, no Santo Agostinho; e Jornalista Sabá Raposo, no Monte das Oliveiras.

De acordo com coordenadora do Projovem na Semed, Magna Galvão Collyer, a expectativa é que as aulas comecem na segunda quinzena de abril. “Nós estamos trabalhando para começamos até o dia 23 de abril. Para este ano, já temos 351 alunos matriculados, mas estamos esperando mais 649  alunos”, disse Magna. O curso terá duração de 18 meses, elevação da escolaridade,  qualificação profissional e participação cidadã do interesse público.

Aluno da Escola Municipal Firme na Fé, Paulo Ponciano vê a qualificação profissional oferecida aos participantes do Projovem como uma forma de incentiva-los a participarem do Programa.

“Estou ansioso pelo início das aulas e pela oportunidade de fazer curso profissionalizante, pois além de concluir o Ensino Fundamental, quero me qualificar em alguma área de atuação. Isso foi o que mais me chamou a atenção no programa”, disse o aluno.

Incentivos

Outro ponto abordado no encontro foram os benefícios e a contrapartida do aluno. Será disponibilizado auxílio financeiro, no valor de R$100, aos alunos que obtiverem o mínimo de 75% de frequência no mês e salas de acolhimento, que serão exclusivamente para jovens que têm filhos de 0 a 8 anos de vida, em escolas onde acontecerão o Projovem.

Para a aluna Izabela de Oliveira, o Projovem será uma oportunidade de recomeço. “Voltar a estudar será um desafio e ao mesmo tempo uma vitória, porque passei mais de dez anos para perceber que a educação pode mudar e transformar a vida para melhor. Posso dizer que estou recomeçando um novo caminho, uma história”, disse a aluna, que estudará na Escola Municipal Leonor Uchôa.

Durante a atividade, os alunos da edição de 2013 tiveram um espaço para contar aos novos estudantes as dificuldades de reiniciar o estudo, as experiências de sala de aula e incentivá-los a concluir o Ensino Fundamental. Além disso, houve uma palestra motivacional ministrada pela pedagoga Mariseth Vargas. No fim da reunião, foi entregue um kit escolar para os alunos.

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Rodemarques Abreu/Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054